Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Posts Tagged ‘magia’

Amor e sua relação com o caminho espiritual

Posted by adi em março 12, 2014

Esse post, que é a continuação do anterior, tem pouco mais de um ano que eu havia começado a escrevê-lo, estava com um monte de ideias, inspiração e entusiasmo, mas não cheguei a conclui-lo e tudo passou, estava faltando algum tempero, talvez uma liga, na verdade o amor, o qual pra minha surpresa se revelou por agora, e então tudo fez muito mais sentido.

Para falar de amor no caminho espiritual, não vai ter outro jeito a não ser começar do começo. 🙂

Lembrando que, há três fases, graus, ou etapas principais no caminho espiritual, tanto em Alquimia, como no Budismo, na Cabala, ou em Thelema. É importante levar isto em conta, porque é aqui nestes três estágios que acontecem de fato as grandes transformações ou as grandes mudanças de consciência.

Na cabala, podemos verificar no esquema da Árvore da Vida como segue abaixo, o seguinte:

Paths-and-Grades

Olhando para o gráfico da Árvore da Vida, nós verificamos a tríade das sephiroth yesodh, hod e netzach, essa primeira tríade corresponde a nossa personalidade. A segunda tríade referente à tiphereth, geburah e chesed corresponde ao homem desenvolvido, ou ao homem individualizado, é onde se dá o nascimento do filho, e a terceira tríade de Binah, Chokhmah e Kether corresponde à centelha espiritual. Entre a primeira tríade e a segunda, há o que se chama de véu de paroketh, é uma espécie de travessia do abismo em menor escala, e entre a segunda tríade e a terceira está o véu do abismo ou a sephirah oculta Daath. Tiphereth equivale ao centro mediador entre o espiritual (sephiroth superiores) e a personalidade (sephiroth inferiores).

Continue lendo »

Posted in A Experiência Mística, alquimia, Amor, Arquétipos, Budismo, Cabala, Comportamento, Espiritualidade, Gnosticismo, Metafísica, Não-dualidade, Psicologia | Etiquetado: , , , , , | 2 Comments »

Íncubos e Súcubos além da fantasia

Posted by adi em agosto 1, 2013

“É um fato de domínio público e que muitos afirmam have-lo experimentado ou escutado pessoas autorizadas que tenham experiência disso, que os Silvanos e os Faunos, vulgarmente chamados íncubus, tem atormentado com frequência às mulheres e saciado suas paixões. Além disto, são tantos e de tal peso os que afirmam que certos demônios chamados pelos Gauleses, Dusios, intentaram e executaram essa animalidade que, negá-lo parece imprudência.” – Santo Agostinho, livro 15 Cap. 23 em DE CIVITATE DEI

Ao se tratar de íncubos e súcubos, o que é mais popularmente conhecido, é o mito como citado acima por Santo Agostinho que viveu nos longínquos séculos IV e V da nossa era cristã.

Embora, séculos se passaram, ainda hoje, Íncubos e Súcubos são conhecidos como demônios que atacam suas vítimas enquanto essas se encontram “dormindo”. O intuito do ataque é ter relações sexuais com elas e, por meio disso, drenar suas energias para assim se alimentarem, na maioria das vezes deixando-as vivas, mas em condições muito frágeis, por esse motivo, também estão relacionados aos vampiros.

Os Íncubos são demônios masculinos que atacam as mulheres, já os súcubos são demônios femininos que atacam os homens. Numa pesquisa no Wikipedia, temos a informação de que o prefixo in- “sobre”, da palavra íncubos, dá o significado de alguém que está em cima de outra pessoa. De acordo com o livro “O Martelo das Bruxas” (Malleus Maleficarumda idade média, a palavra “succubus” vem de uma alteração do antigo latim succuba significando prostituta. A palavra é derivada do prefixo “sub-“, em latim, que significa “em baixo-por baixo”, e da forma verbal “cubo“, ou seja, “eu me deito”. Assim, o súcubo é alguém que se deita por baixo de outra pessoa, e o íncubo (do latim, in-, “sobre”) é alguém que está em cima de outra pessoa.

Apesar de as descrições acima do “modus operandi” desses seres serem distintas entre si, segundo os relatos das vítimas, eles atacam de forma muito semelhante, como uma pressão muito forte sobre o peito, os imobilizando e ainda, com intensa conotação sexual.

De aparência muito sedutora e magnética, esses demônios são descritos algumas vezes com asas de morcego e também com outras características demoníacas, como chifres e cascos. O súcubos atraem o sexo masculino e, em alguns casos, o homem “apaixona-se” por ela. Mesmo fora do sonho, ela não sai da sua mente, por esse motivo, ela permanece lentamente a sugar-lhe energia até à sua morte por exaustão. Outras fontes dizem que o demônio irá roubar a alma do homem através de relações sexuais.

.

incubus (1)

.

Diz-se ainda que, tanto os súcubos, assim como os íncubos, descendem de um mesmo demônio, o qual, para uma mulher apareceria na forma masculina e para um homem o mesmo demônio apareceria com a forma feminina.

E disto deriva que os súcubos recolhem o sêmen dos homens com os quais copulam, para que um íncubo possa depois, vir a engravidar mulheres, e desta união ocorre nascerem crianças mais suscetíveis às influências de demônios. Diz à lenda que o mago Merlin é fruto desses tipos de uniões.

Numa nova leitura e interpretação mais atualizada sobre o mito, é muito fácil concluir que tais pesadelos não passam de “fantasias” de desejos sexuais fortemente reprimidos em uma época (idade média) onde, os conceitos de moral, religião e bons costumes eram extremamente rígidos e controlados pela inquisição da igreja romana.

Isto por si só, justificaria o fato de que esses mitos e lendas, tomados como fantasias reprimidas, serem associados a casos de doenças e tormentos psicológicos de origem sexual, os quais são os causadores de pesadelos, paralisia do sono e poluções noturnas. Essa interpretação de relativa simplicidade, pra não dizer rasa, até nos parece convincente, não fosse a dúvida: seriam mesmo, somente essas duas possibilidades – demoníaca ou repressão sexual – a se considerar sobre o assunto?

O assunto nem de longe é tão simples e, por esse mesmo motivo, vai muito além do exposto acima. Não podemos esquecer que tanto em mitologia, bem como magia e também psicologia analítica, o mito está totalmente relacionado com aspectos da psique humana, portanto, faz parte tanto do inconsciente individual bem como do coletivo e, disso resulta que o quadro acima se altera completamente.

Continue lendo »

Posted in A Experiência Mística, alquimia, Amor, Arquétipos, Cristianismo, Espiritualidade, Mito, Psicologia, Religião | Etiquetado: , , , , , | 4 Comments »

Onde está o Wally?

Posted by Sem em maio 9, 2011

O que é o ponto laranja à direita nesta foto logo acima dos telescópios?

.

.

.

.

.

.

Para descobrir clique na foto. Você irá ao NASA Astronomy Picture of the Day Archive, onde passando o mouse por cima da foto ampliada identificará os planetas, as constelações, as galáxias… de uma noite “mágica” de dezembro do ano passado. Sim, a magia foi e sempre será Real.

Posted in A Experiência Mística, Astronomia | Etiquetado: , , , , , | 2 Comments »

Como se aproximar do seu anjo-da guarda, Eu Superior ou SAG

Posted by adi em dezembro 12, 2010

O ritual abaixo foi nossa querida amiga Luiza quem nos presenteou, achei muito bom, pois é rápido, prático e qualquer pessoa pode realizá-lo. Nos dias de hoje, onde não temos muito tempo disponível, e nem dinheiro sobrando pra gastar com objetos de magia, esse ritual foi feito sob medida. 🙂

” Quando você estiver desequilibrado – nervoso, triste, agitado, desconcentrado, whatever – você pode invocar a presença do seu Eu Superior, ou o nome qualquer que você queira dar a parte que lhe constitui que é a mais proxima do divino.

Você usará a forma circular com seu nome dentro, o círculo como representação da Unidade –

pegue um prato branco, faça um círculo com mel no sentido horário. O mel carrega a energia do elemento fogo e por ser líquido, também da água, isto é, associação do poder do mental e do emocional. (na egrégora que estudo fogo é mente , ar é espírito). Mel é do fogo porque é fruto da transmutação que a abelha realiza para sua produção, além da vibração da cor amarela. Também é doce e assim convida pela doçura.

Sentido horário porque é neste sentido que vc coloca energia, anti-horário vc retira. Vc não deve ir e voltar para desenhar o círculo para distribuir a energia uniformemente, se ficou algum pedaço sem mel, continue despejando no sentido horário até completar seu círculo.

Coloque um papel branco com seu nome no meio do prato, e aqui vem o poder no Nome, nosso maior símbolo individual.

Acenda uma vela branca em cima do papel com o nome. A vela é um catalisador, uma ponte entre dimensões, uma forma de materializar uma Vontade que se sutilizará ao derreter-se a parafina.

E peça. Chame. Invoque. Se for cabalista pensa que está em Tipheret, Se for Umbandista pensa que está com Oxalá. Se for cristão pense que está com Jesus. Se for thelemita pense que está com o SAG e assim por diante. Se não for nada disso pense que o Sol que brilha dentro de você se expanda.

Com todo seu coração chame a melhor parte de Si para que se manifeste.

Deve durar enquanto a chama queima, em média seis horas.

Axé ”

Por Luiza Ramos, retirado do Mayhem.

Posted in A Experiência Mística, alquimia | Etiquetado: | 3 Comments »

I Simpósio Brasileiro de Hermetismo e Ciências Ocultas

Posted by Sem em novembro 4, 2010

A pedido da Luiza, nossa amiga que muito colaborou na “fundação” do Anoitan, estou divulgando o I Simpósio de Hermetismo e Ciências Ocultas a ser realizado na cidade de São Paulo, nos dias 14 e 15 de novembro próximos.

Abaixo seguem informações importantes e toda a programação do evento. Dúvidas podem ainda ser esclarecidas no próprio site:

www.simposiohermetismo.com.br

Bom encontro a todos.

Convidamos a todos para o I Simpósio Brasileiro de Hermetismo e Ciências Ocultas, que será realizado nos dias 14 e 15 de novembro de 2010 no Centro de Eventos do NIKKEY PALACE HOTEL, na cidade de São Paulo e contará com diversos palestrantes, tratando temas de diversas áreas do ocultismo.Será o melhor evento de debates e estudos de 2010. Entre os palestrantes estão o Acid (autor do site Saindo da Matrix), o Frater Goya (do Círculo Iniciático de Hermes), Frater Ael ( Collegium ad Lux et Nox – CALEN), Fernando Maiorino (Umbanda Iniciática), Edmundo Pellizari (Palas Athenas), Carlos Basílio Conte (Teosofia, Secretaria de Cultura do Grande Oriente de São Paulo – GOSP),Antônio Lawand (Ordens de Aperfeiçoamento Maçônico, Sênior Demolay), Patrícia Fox(Sagrado Feminino), Ionne Cirilo (Xamã), Cynthia Carpigiani (vetfloral) e Marcelo Del Debbio (Teoria da Conspiração).

I Simpósio Brasileiro de Hermetismo e Ciências Ocultas.

Esperamos que esse primeiro encontro proporcione o enriquecimento do saber coletivo, além de aproximar pessoas e fortalecer laços de amizade.

Além das Palestras, o pessoal ficará todo no mesmo hotel, ou seja, teremos também todo o tempo de almoços e jantares para debatermos e conversarmos a respeito de ocultismo, alquimia e hermetismo.

Programação

Domingo – 14 de Novembro

8h00 – Entrega de materiais

8h30 – Abertura dos trabalhos

9h00 – A Kabbalah e os deuses de todas as Mitologias – Marcelo Del Debbio

11h00 – Florais e Ervas Mágicas – Cynthia Maria Carpigiani

12h00 – Almoço

13h00 – Mesa redonda – Ordens Iniciáticas no Brasil

15h00 – Coffe Break

15h30 – Técnicas de Projeção Astral

16h30 – Jung e o ocultismo na grande mídia –Acid (Siddartha)

*16h30 – Workshop Projeção Astral (1hr)

18h00 – Como cultivar a energia vital usando o trabalho de energia (QiGong) – Frater Goya

19h00 – Umbanda Natural – Fernando Maiorino

*19h00 – Workshop QiGong (1hr)

20h00 – Jantar de confraternização

Segunda – 15 de Novembro

9h00 – Magia Enochiana – Frater Goya

11h00 – As 7 Grandes Leis Herméticas – Sr. Carlos Brasílio Conte

*11h00 – Workshop Geomancia (1hr)

12h00 – Almoço

13h00 – Iluminismo Científico: Método da Ciência, Objetivo da Religião – Renan Romão

*13h00 – Workshop Sigilos Pessoais (1hr)

14h00 – A Sabedoria da Kabalah: os segredos dos antigos Rabbis para o mundo de hoje –Prof. Edmundo Pellizzari

15h30 – Coffe Break

16h00 – HIEROGAMOS – O Casamento Sagrado – Arquétipos e Mitos – Patrícia Fox

17h30 – Xamanismo: Prática ancestral de cura pela imaginação – Ione Cirilo

18h45 – Vivência com Tambor Xamânico / Conheça seu animal de poder – Ione Cirilo

19h00 – Encerramento

Posted in A Experiência Mística | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »