Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

James Hillman (12-04-1926 – 27-10-2011)

Posted by Sem em outubro 29, 2011

 

 

Esta é uma nota de falecimento e pequena homenagem a um dos maiores expoentes da Psicologia Analítica e divulgadores das ideias de Carl Gustav Jung das, pelo menos, últimas 5 décadas. Morreu no último dia 27 James Hillman. Muito se poderia falar da figura inteligente e ética de James Hillman no cenário da psicologia contemporânea, como o pai da psicologia imaginal, como o mentor de um movimento arquetipalista entre junguianos, como grande protagonista do movimento pós-junguiano e que revitalizou a teoria analítica e o modo de entendermos alma, análise e individuação hoje. Falaria ainda do analista com alma de poeta, que admirava os românticos e que citava frequentemente Keats. Mas nossa alma, órfã de Hillman, está hoje comprimida e distante dos mistérios, assim, nos valemos das palavras dele próprio, ditas no final do seu livro Suicídio e Alma, ao referir-se aos mistérios da análise e do compromisso ético do analista com a vida de seus pacientes, que reflito agora não são tão distantes e nem muito diferentes dos mistérios da morte.

 

A palavra mistério vem do grego myein, que é usada tanto para o fechar das pétalas de  uma flor quanto o cerrar da pálpebras. É um movimento natural de encobrimento, mostrando o respeito do pudor face ao mistério da vida, metade da qual ocorre no escuro.

Anúncios

4 Respostas to “James Hillman (12-04-1926 – 27-10-2011)”

  1. adi said

    Oi Sem,

    Um grande homem se foi, cumpriu a sua tarefa de vida com louvor e muita dignidade. Com certeza foi alguém que nos trouxe à luz muito dos mistérios. Que ele descanse em paz.

  2. Sem said

    Oi Adi,

    Pois é, e eu fico aqui me perguntando o que faz que nos identifiquemos com as ideias de uns autores e não de outros….
    Sabe, sendo uma estudiosa da psicologia de longa data, e com esse meu temperamento intelectual independente e eclético, nunca senti necessidade de concordar com nenhuma teoria, com nenhum teórico e muito menos com nenhuma escola, mas, se houve alguém na psicologia que não encontrei discordâncias, essa pessoa foi o Hillman. Reconheço que aprendi mais de alma com ele do que com qualquer outro teórico da psicologia, mais do que com Jung e Freud até. Sua defesa da alma, acima do Self – que é Deus e espírito, seu politeísmo de alma, a alma que em nossa cultura está para as coisas femininas, as mais desprezadas, coisas pequenas, cegas e depressivas, tudo isso, acho que me ajudou a libertar meus deuses interiores, e ver que eles nem eram tão meus e nem minhas doenças, são afinal a alma do mundo (são do inconsciente coletivo) em busca de expressão nesse mundo que chamamos de real. Acho que ficamos orfãos mesmo, quem irá hoje defender a alma com o brilho e o alcance que o Hillman conseguiu… Sim, onde ele estiver, que esteja em paz.

    Pensei que vc já estivesse a caminho do Brasil… então, boa viagem! 🙂

  3. adi said

    Estou indo na Quarta-feira bem cedinho. 😉

    Infelizmente só tive o prazer de ler Hillman em pequenos textos na revista da Rubedo, gostaria de ler mais sobre a visão de Hillman sobre a alma. Você me indicaria um bom livro dele sobre esse assunto? Vou tentar comprar quando chegar.

  4. Sem said

    Adi, mais uma vez, faça uma boa e muito tranquila viagem… é sempre uma delícia voltar pra casa quando pessoas queridas nos esperam… além disso, nós aqui te esperamos… 🙂

    Do Hillman só posso recomendar a minha trajetória, pq o primeiro livro dele que li, “O Mito da Análise”, é um belo apanhado do seu pensamento e me ajudou a compreender melhor o que li depois. Mas ele não é um autor difícil, diria que é o contrário, ele é apaixonante – sua erudição, consistência, crítica -, e ele não será jamais difícil para vc, que pode pegar qq coisa dele e destrinchar, acostumada que está com Jung e junguianos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: