Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Archive for setembro \30\UTC 2011

Ilha do Medo – apenas mais uma dica

Posted by adi em setembro 30, 2011

Este filme não é de agora, foi lançado no começo de 2010, e provavelmente muitos já o assistiram. Eu realmente gostaria de ter feito uma resenha decente e caprichada sobre esse filme, mas como hoje já é Sexta-feira, apenas vou deixar como uma dica sobre um bom filme pra assistir no final de semana. Mesmo que você já o tenha assistido, na minha opinião, é um daqueles filmes que vale muito a pena ver de novo.

Ilha do medo é um thriller psicológico enigmático, tenso e de muito suspense dirigido pelo ótimo e experiente diretor Martin Scorsese, conta com o excelente Leonardo DiCaprio [não entendo como até hoje a academia não o reconheceu] no papel principal e ainda com um elenco de primeira linha que não deixa nada a desejar: Mark Ruffalo, Ben Kingsley, Max von Sydow, Michelle Williams, Emily Mortimer, Patricia Clarkson. Como é apenas uma dica, pode ler sem medo o restante do post, pois não contém spoilers.

 


Leia o resto deste post »

Posted in Cinema | 2 Comments »

Sobre a prática

Posted by adi em setembro 29, 2011

Embora o assunto vez ou outra tem sido sobre os rituais, há uma gama enorme de práticas disponíveis. Em termos de rituais, além dos tão já bem conhecidos RMP ou RPM, pode-se encontrar tipos similares de magia imaginativa e invocativa. Meditação de vários tipos também, com respiração controlada ou com visualização, com movimento e respiração, com semente, sem semente, mente vazia, enfim, há vários tipos de práticas meditativas. E claro que todos esses métodos são muito válidos, e se pode obter excelentes resultados com essas práticas, inclusive podendo levar à realização final.

É ilusão acharmos que há uma prática melhor ou mais importante que a outra, simplesmente há a prática mais adequada ao tipo de pessoa e ao momento em que esta se encontra. Uma prática não exclui outra. Naturalmente, pessoas com disposição introvertida, muito provavelmente se adaptam melhor à meditação ou lidando com as forças arquetípicas de forma interior, enquanto indivíduos com disposição extrovertida se adaptam melhor ao ritual ou lidando com essas mesmas forças de forma exteriorizada, nada impedindo que se adote ambas as práticas conjuntamente.

Leia o resto deste post »

Posted in A Experiência Mística, Arquétipos, Psicologia | 2 Comments »

Se a vida acabasse hoje…

Posted by Sem em setembro 18, 2011

 

 

 

 

 

Se a vida acabasse hoje

O que você lembraria?

Qual imagem levaria dentre todas:

Uma planta, um bicho, uma pessoa

Uma cor, um perfume, uma sensação

Uma paisagem, uma cena, a sua família

Um olhar, um sorriso, uma composição

Um abraço, um abismo

Um sentimento de tristeza, de alegria

De comunhão, de horror

Ou levaria uma palavra apenas

Um gemido a meia-luz

Um grito de revolução

Uma frase, uma lição

Um arrepio de prazer, um lugar vazio

Uma esperança, uma realização.

Qual seria a imagem que você levaria

E, dentre todas, por si diria: 

“Isso, essa foi minha vida”.

 

 

 

Veja na reportagem do Estadão Que imagem você levaria para Marte? o depoimento de 100 fotojornalistas do mundo todo.

 

Posted in Fotos, Poemas | 4 Comments »

Nada Mais Importa

Posted by adi em setembro 4, 2011

Nada Mais Importa

Tão perto, não importa o quão distante,

Não poderia ser muito mais (distante) do coração.

Eternamente confiando em quem somos

E nada mais importa.

Nunca me abri deste jeito,

A vida é nossa, nós a vivemos do nosso modo

Todas estas palavras, eu não digo apenas (por dizer)

E nada mais importa.

Confiança eu procuro e encontro em você

Cada dia para nós é algo novo.

Mente aberta para uma concepção diferente,

E nada mais importa.

Nunca me importei com o que eles fazem,

Nunca me importei com o que eles sabem,

Mas eu sei.

Tão perto, não importa o quão distante

Não poderia ser muito mais (distante) do coração.

Eternamente confiando no que nós somos

E nada mais importa.

Nunca me importei com o que eles fazem,

Nunca me importei com o que eles sabem,

Mas eu sei.

Nunca me abri deste jeito,

A vida é nossa, nós a vivemos do nosso modo

Todas estas palavras, eu não digo apenas (por dizer)

E nada mais importa.

Confiança eu procuro e encontro em você

Cada dia para nós é algo novo.

Mente aberta para uma concepção diferente,

E nada mais importa.

Nunca me importei com o que eles dizem,

Nunca me importei com os jogos que eles jogam,

Nunca me importei com o que eles fazem,

Nunca me importei com o que eles sabem,

E eu sei, yeah.

Tão perto, não importa o quão distante

Não poderia ser muito mais (distante) do coração.

Eternamente confiando no que nós somos

E nada mais importa.

Posted in Musica, Vídeos | 4 Comments »