Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

O Sol do Natal, o Sol de nossas vidas

Posted by adi em dezembro 21, 2010

Mais um final de ano está chegando e estamos muito próximos do Natal, onde a maioria dos cristãos irão comemorar o nascimento de Cristo. Muitas pessoas já sabem que a data de 25 de dezembro não é de fato o dia de nascimento do Jesus histórico, mas a escolha desse dia não por acaso coincide com as festividades pagãs, onde os romanos celebravam o renascimento do Deus Solar Mitra, após os solstício de inverno no hemisfério norte.

Nos dias de hoje, as pessoas celebram essa data como uma tradição que já perdeu há muito o real sentido espiritual. O ritual religioso celebrado nas Igrejas, do mesmo modo já perdeu o seu poder de atuação no indivíduo. A grande maioria comemora o nascimento do Cristo, o filho de Deus que foi enviado para nos salvar, um ser de luz, respeitado, mas muito distante de todos nós. Muitos ainda estão esperando a encarnação do filho de Deus, a vinda do Messias como está descrito nas escrituras, e não sabem que o nascimento de Cristo como descrito é somente o símbolo de um evento que só pode acontecer no indivíduo.

Mitra pertence às mitologias persa, indiana e romana. Representava na Índia e na Pérsia a luz do Deus Solar, o bem e a libertação da matéria e era chamado de “Sol Vencedor”. Seu culto era celebrado em grutas sagradas e estava associado à uma existência futura e espiritual completamente libertada da matéria, onde o principal acontecimento era o sacrifício de um touro, de cujo o sangue brotava a vida, propiciando a imortalidade. Os romanos comemoravam na madrugada de 24 de dezembro o “Nascimento do  Invicto”, ou o nascimento do menino Mitra que estava em relação ao renascer do sol após o solstício de inverno, representando o ciclo de morte e renascimento ou renovação da vida, que a primeira vista estava relacionado com as festividades do ciclo agrário.

Mas um símbolo não se limita apenas as camadas superficiais de interpretação, numa camada mais profunda de interpretação o mito do Deus Solar está relacionado ao advento  do nascer da consciência, ou da diferenciação da consciência do inconsciente de onde ela emergiu. E a consciência não surge já pronta, ela surge como uma criança que precisa se desenvolver até atingir a “estatura final de Cristo”, descrito pelo Apóstolo Paulo. Pra depois ainda, num nível mais profundo do mesmo símbolo, representar a própria encarnação do Deus Solar, ou do Si-Mesmo.

Segundo Jung: ” Os símbolos são expressões pictóricas cativantes, numinosas. São retratos indistintos, metafóricos e enigmáticos da realidade psíquica. O conteúdo, isto é, o significado dos símbolos, está longe de ser óbvio; em vez disso, é expresso em termos únicos e individuais, e ao mesmo tempo participam de imagens universais. Quando trabalhados (isto é, recebendo reflexão e articulação), podem ser reconhecidos como aspectos daquelas imagens que controlam, ordenam e dão significado a nossas vidas. Portanto, sua fonte pode ser buscada nos próprios arquétipos que, por meio dos símbolos, encontram uma expressão mais plena.”

Como vimos então, o símbolo enquanto símbolo é vivo e transformador, atua em nossa psiquê unindo opostos, ou melhor, objetivo e subjetivo, espiritual e material.

Nesse caso, porque as celebrações Natalinas não contém mais a sua mágica? Bem, porque o mito foi interpretado como um fato histórico e perdeu o seu simbolismo, perdeu o seu significado. Cristo deixou de ser o símbolo da consciência pra ser transformado no Jesus histórico encarnado. Toda a simbologia do seu nascimento foi tomada ao pé da letra, e se tornou letra morta.

Neste Natal, desejo que o símbolo se torne vivo em cada coração. Feliz Natal a todos.

Fontes e ref.: Mitra/Wikipédia; Dicionário Crítico de Análise Junguiano

Anúncios

4 Respostas to “O Sol do Natal, o Sol de nossas vidas”

  1. que nasça o Sol dentro de cada um de nós
    por que essa data deve ter uma energia de fato muito forte
    eh importante aproveitar o momentos

    boa reflexão

    Abrç

    =]

  2. adi said

    Oi End,

    “que nasça o Sol dentro de cada um de nós”

    Assim seja.

    “por que essa data deve ter uma energia de fato muito forte
    eh importante aproveitar o momentos”

    Eu também acredito que a partir de hoje, que foi o solstício, há sim esse movimento de energias, mesmo que sendo arquetípicas, há muito mais probabilidade de conexões dessa natureza espiritual. Mesmo que seja pelos motivos distorcidos, não tem como negar que nessa época há muito mais pessoas abertas a essa energia.

    Abraços
    😉

  3. Sem said

    Adi,

    Que lindo, “a boca fala aquilo de que o coração está cheio”…

    Feliz Natal para vc que está tão longe – apenas geograficamente. Feliz Natal para todos nós, o Sol é de todos. 🙂

  4. adi said

    Oi,

    Você sempre uma boa amiga mesmo…

    Aqui terei dois “Natais” rsrs, é que pela nossa tradição o evento ocorre no dia 25/12, e pela tradição aqui na Rússia eles comemorarão no dia 06/01, dia de Reis.
    Na verdade todo dia é uma celebração da vida, e de que somos “conscientes” dela, e claro uma busca consciente pela renovação em nós, como um novo alento, uma nova alegria, um ir além em tudo o mais a nossa volta. É renovar antes de tudo nossa própria percepção, então a vida, ela própria já não é a mesma, porque nós em primeiro já não somos os mesmos de antes… é uma relação e interação constante do interior e exterior.
    Nunca foi tão claro pra mim como agora, que eu não sou somente o interior contido no corpo, mas se extendendo pra fora de mim, além de meu corpo, há toda toda uma vida conectada, o seu meio ambiente como que se imprime pelo seu interior, ao mesmo tempo que o exterior atua ou causa um efeito no interior… é como uma contínua troca, um atuando no outro.
    É uma nova perspectiva do coletivo. Não é mais aquele coletivo parado, estagnado de idéias congeladas que um dia me serviram, mesmo isso, mesmo esse antigo e parado, um dia foi vivo em mim, me “entusiasmou”… Sem é a consciência da gente que se move nas coisas, na vida, é ela o próprio movimento de per4cepçoes

    … eu estou zonza aqui, me deu um tilt de novo… preciso respirar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: