Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Uma justificativa

Posted by adi em setembro 30, 2010

Falar não é fácil, escrever muito menos, ao menos pra mim. Sei lá, pode ser o contrário também, admito que também expressar uma idéia verbalmente não é fácil, ao menos pra mim. A questão toda é, que desde meio de Setembro fiz um esboço de um post sobre “Magia Sexual”, mas não necessariamente da magia e do ritual em si, pois eu queria ir mais a fundo e além, pra expressar uma idéia que acredito, o de como se dá essa “união de opostos”, os motivos e porques… bem, porque é assim meu modelo mental, eu ainda preciso das coisas bem explicadinhas, convincentes, eu preciso de uma certa lógica ainda.

Já faz tempo que queria escrever sobre esse assunto, e já vinha pesquisando um pouco sobre isso, mas senti que agora seria o momento ideal de fazer uma junção dos “entendidos” pra expressar uma idéia. Semana passada estava tranquila e sobrando tempo até, e pensei que com certeza o post ficaria pronto… pelo visto me enganei redondamente.

Olha, não foi por má vontade, eu simplesmente nesse meio tempo acho que li  uns cinco livros sobre esse assunto, verdade!  Fora, as pesquisas em bons posts na internet, fora, que tenho meus afazeres pessoais;  agora estou consultando a “Doutrina Secreta” vol. II, III e IV sobre Satã, Lúcifer e os cambau, fora, claro, consultas no Mysterium Coniunctionis do Jung… tudo porque eu queria ir um pouco mais fundo nessa questão, pra dizer que essa questão da união dos opostos está totalmente relacionada com a união de nossas próprias energias (ok, eu sei que não descobri a América) e que essa união é de natureza sexual (ohhhh, também nenhuma novidade), e que o ritual de magia sexual ou tântrico muito difundido, não passa de um evento simbólico que representa o que de fato só pode acontecer interiormente, de você com você mesmo.

Enfim, esse post aqui é somente a justificativa de que o outro ainda não ficou pronto, mas que vale a pena esperar, rsrsrs. Talvez demore um pouquinho mais até, mas eu não vou desistir, afinal, depois de tantas pesquisas, consultas e minhas próprias considerações, eu não vou jogar tudo fora e parar no meio do caminho, UÉ !!!

Anúncios

4 Respostas to “Uma justificativa”

  1. obrigado pela didicação e pesquisa e saiba que na hora certa vc vai conseguir escreve coisas alem do que imagina =]

  2. adi said

    Oi End,

    Eu que agradeço a força aí!

    Valeu 🙂

  3. Sem said

    Oi Adi,

    Ando sumida tb, e lendo que é uma beleza… aproveitando essa deixa do “instinto”, ou do que vínhamos discutindo a respeito nos últimos posts, estou relambrando alguns trabalhos de etólogos importantes, como Jane Goodall e Dian Fossey… aquelas que, respectivamente, estudaram a vida social dos chimpanzés e de várias gerações de gorilas… sobre essas duas existem documentários ótimos que reprisam vez ou outra nos “discoverys” da vida, e da última foi feito até aquele filme – que não considero muito bom – com uma de nossas heroínas de Avatar, a Sigourney Weaver, “Nas Montanhas dos Gorilas”…

    No momento estou relendo Desmond Morris, seu excelente e talvez um pouco já passadinho “O Macaco Nu”. Estou me deixando surpreender novamente pelos hábitos de primatas que estamos longe de abandonar, aliás, são impossíveis de abandonar, visto que somos macacos… pelados, como diz o Morris. A partir da perspectiva dessa obra essa é a base de qualquer outro macaco que possamos inventar…

    Então vê por onde andam meus pensamentos e com quais argumentos eu espero seu prometido post… vai dar é uma boa briga, brincadeirinha, 🙂 verdade eu estou querendo de outros pontos de vista, para deles me enriquecer num quadro mais completo.

  4. adi said

    Oi Sem,

    O tempo não espera nem um segundo :). Pra mim, ele anda correndo como velocista dos 100 metros rasos, principalmente porque estou com muitas coisas pra fazer ultimamente… mas sempre que sobra um tempinho, volto pro post…

    Vai ser gostoso conversar sobre esse assunto, muito embora já adianto que vai ter um pouco de psicologia, mas muito mais sobre a parte esotérica e mística.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: