Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Quem são os porcos afinal?

Posted by luramos em abril 30, 2009

Eu vou usar este assunto para colocar um link de uma página que amo: o caderno de Saramago.

É o ateu que eu mais admiro no mundo e em sua crença de não acreditar em Deus, imagino que quando ele morrer e deixar de fertilizar nossas mentes com as suas histórias espetaculares sobre a condição humana, ele se tornará um adubo santo para nosso planeta Gaia.

aqui está o link: http://caderno.josesaramago.org/2009/04/29/gripe-suina/

O assunto é o do momento. A solução em minha modesta opinião está na conscientização que nossa extinção pode estar próxima -não por este alarmismo da gripe suína -mas que o planeta, eu acredito, sobreviverá.

Eu vou levantar a bandeira do vegetarianismo também, deixar de comer animais mortos, produzidos em escala industrial e com uma quantidade assustadora de sofrimento para os animais. Além disso,  a emissão de CO2 pela produção de carne no mundo é maior que a dos automóveis. Claro que isto não é a solução, é só uma ideia que sigo, entre outras.  A solução está na conscientização de honrarmos o lugar em que vivemos, o pálido ponto azul, o nosso exuberante planeta Terra e todos seus constituintes.

                            img_7446

Além do mais, porcos foram meu objeto de estudo em cicatrização e estabeleci um contato amoroso com eles. Na foto sou eu e Henriette, uma porquinha Yorkshire que acompanhei por meses e vi se tornar uma belíssima porca adulta, que sabia seu nome e gostava muito de biscoitos para cachorro. Sim , eu trabalhei com experimentação animal, passei por esta provação, vivi o dilema. Mas tive a felicidade de ver as três porcas que me permitiram ampliar o conhecimento sobre cicatrização humana, após a pesquisa não serem mortas, como geralmente acontece. Foram doadas a uma fazenda que treina crianças carentes a tratar animais domésticos. Portanto sei que a esta altura elas devem estar prenhas e não vão servir de jantar para ninguém.

Eu fico emocionada ao me lembrar deste passado recente e faço mais uma vez público meu agradecimento à todos os animais que sofreram e doaram sua vida para que a humanidade se curasse de seus males. Não nos esqueçamos deles, nao os culpemos pela nossa irresponsabilidade.

Anúncios

9 Respostas to “Quem são os porcos afinal?”

  1. Marcos said

    Sem querer ser chato mas já sendo, acho muito difícil uma espécie com quase 7 bilhões de indivíduos espelhados por aí entrar em extinção por causa de poluição ou excesso de produção de gás carbônico (a não ser por poluição nuclear). E também há controvérsias sobre o relação entre o CO2 e o aquecimento global. O efeito estufa está muito mais relacionado com a água que com o CO2, as noites dos desertos estão aí para comprovar.
    Mas claro que é melhor viver num planeta menos tóxico e com mais respeito pela vida, por uma simples questão de higiene.

  2. luramos said

    Marcos, não foi chato, é sempre bom interagir com mais pessoas aqui no blog.
    Existem muitas possibilidades para a extinção da espécie humana. A emissão de CO2 é só um marcador do grau de desequilíbrio que causamos a nós mesmos.

    É possível que a escassez de água, a disseminação de doenças, a poluição em geral e a nuclear como você disse sejam os grandes problemas deste século 21.

    E se há controvérsias sobre o aquecimento global e a emissão de CO2, não podemos negar que há a possibilidade desta teoria estar certa…

    Mesmo na dúvida, o chamado não é só o de preservação da vida humana, mas sim o de toda forma de vida.
    Aceitemos a impermanência e os ciclos evolutivos de todas as espécies, mas que ela não seja fruto do desequilíbrio e antropocentrismo vigente no mundo em que vivemos.

  3. luramos said

    e eu fui abrir o New York times depois de escrever o post e achei isso, que “coincidência”!

    http://www.nytimes.com/2009/04/28/health/28brod.html?_r=1&em

    mais de 500.000 americanos seguidos por dez anos tiveram calculado o hábito de comer carne vermelha e o risco de morrer: a mortalidade aumentou em 20 a 40% nos consumidores de grande quantidade de carne vermelha!

    e um epidemiologista Dr Popkin acrescentou: a produção de carne vermelha é responsável 55% do processo de erosão, 37% do uso de pesticidas, 50% dos antibióticos consumidos e 33% da descarga de nitrogênio e fósforo em água de superfície, contaminando reservas de água potável.

    Sem falar na questão energética…

    Faz mal para os animais, para nós e para nosso planeta! Os produtores de carne não devem estar nada contentes com a pesquisa….

    Eu sei que estou levantando a bandeira do vegetarianismo, mas não gostaria de ser vista assim, porque já carreguei muitas bandeiras na vida e elas trazem um peso inútil. Só queria compartilhar experiência pessoal e informação.

  4. fynealhns said

    Lu,
    Enquanto houver pessoas segurando bandeiras que inspirem, que signifiquem atitudes, que tragam as cores da Humanidade; ainda teremos Esperança. E, isto nunca é inútil.

    Antes de sugerir o Vegetarianismo – nada mais humano, além de urgente, que as pessoas se conscientizem ou ao menos se interessem, sim, não só pelo que estão comendo; mas pela Devastação, que não se restringe só a seus corpos; mas ao único lugar que temos para viver.

    É impossível que as pessoas não tenham recebido aqueles emails horrorosos, vergonhosos sobre os abates nos frigoríficos. Sobre a desumanidade nos rodeios; sobre os massacres das focas, etc….- as galinhas, o massacre das baleias, – e por aí vai…
    Assistindo estes documentários, percebe-se claramente que a carne já vem temperada com todos os venenos que, nós mesmos, os humanos, classificamos como Veneno.

    E veneno, envenena.

    Não se preocupe: minhas mãos estão do lado das suas, mesmo que a bandeira fique pesada.

    – Quem são os porcos?

    http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?id=12642

    Um dos muitos:

    Bjs

  5. fynealhns said

    Stop Canada’s CRUEL Seal Hunt !

    I remember the first time I saw the seal slaughter. Standing on the ocean on a pan of ice, I watched in horror as sealers descended on helpless pups in front of me. I froze, mouthing the word “stop” over and over, …and over…

    http://www.hsus.org/marine_mammals/marine_mammals_news/live_from_the_ice_2009.html

  6. fynealhns said

    LEGAL DE LER:

    Aqui eu gostaria de apresentar como exemplo positivo a Ilha de Samsoe na Dinamarca. Tive a sorte de visitar esta ilha várias vezes para colher material para o meu livro “Ausgebucht – Zivilisationsfluch Tourismus” e também como “TEL” com minha família. Samsoe tem aproximadamente 5.000 habitantes distribuídos pelos 10 vilarejos e sítios locais. A economia de Samsoe se baseia na agricultura, na pesca, no turismo e no artesanato.

    Em 1998, os habitantes de Samsoe decidiram, e se comprometeram publicamente, que em 10 anos a ilha seria a primeira ilha 100% ecológica da Dinamarca e do mundo!

    Em 2002 toda energia consumida pelos habitantes já era produzida por meios ecologicamente limpos (eólica, solar, biogás, etc…) e mais ou menos toda agricultura desta ilha de 200 km2 era transformada em plantios orgânicos. Já em 2005 estas pessoas de Samsoe alcançam as metas propóstas 3 anos antes.

    http://www.youthdesti-nations.net/INTERNET/publicForum_PG.htm

    Bjs

  7. fynealhns said

    Se tivéssemos aprendido com Noé

    Por Alessandra Leles Rocha

    Quase trezentos mortos, milhares de feridos e desabrigados; e o centro-sul da Itália chora suas perdas e sua dor frente à fúria de diversos abalos sísmicos.

    A fúria implacável da Natureza contabiliza novas destruições. É sabido pela ciência que os abalos sísmicos são reflexos da acomodação das placas tectônicas as quais se estendem ao mais profundo dos oceanos.

    Não há como não deixar de conjecturar que, por menor que seja, deva existir uma correlação entre essas forças internas da Terra e o aumento significativo do volume das águas oceânicas. Além da violência de sua força natural e da enorme capacidade de infiltração que a água possui sobre os diferentes tipos de terreno, a elevação de seu volume pode ser o precursor desse tipo de fenômeno; especialmente, se considerarmos que boa parte do território italiano encontra-se banhado pelo mar.

    Acima e abaixo da crosta terrestre o choque avassalador dessas forças determina os rumos da vida sobre a Terra. Será que uma arca nos salvaria dos fins diluvianos? Esperar por um novo Noé não parece à solução mais acertada!

    Talvez, diante do que foi promovido desequilibrando o Meio Ambiente, não haja mais correção e sim, medidas paliativas. A água existe dentro de um ciclo natural e a partir do momento em que este foi quebrado não há como voltar atrás.

    O degelo das calotas polares é um fato. A desertificação em algumas regiões do planeta também. Chuvas demais, ou de menos, em cada parte do globo nos fazem caminhar sobre a corda-bamba.

    E assim como fizeram com Galileu Galilei¹, obrigaram um cientista que queria avisar a população sobre os riscos desses tremores a desmentir a verdade, sob alegação de incitação ao pânico. Agora, velam seus mortos sobre o escombro do “alarmismo” mudo.

    Noé salvou o mundo na figura de um casal de cada espécie e nós as matamos hoje com nossa arrogância e inconseqüência. Nenhuma arca caberia nossa própria estupidez! Não pensamos em nós e muito menos no planeta.

    Somos jogadores de uma “roleta-russa”, com a arma em punho prestes a nos aniquilar e ainda achamos graça. Nossa arca, o grande planeta azul, já faz água e o balde que escolhemos para retirá-la não passa de simples dedal.

    Enquanto isso, a Terra treme tudo se agita e as esperanças da humanidade quanto ao amanhã se esvaem entre um sismo e outro.

    __________________________________________

    ¹ Em 1616 a Inquisição (Tribunal do Santo Ofício) pronunciou-se sobre a Teoria Heliocêntrica declarando que a afirmação de que o Sol é o centro imóvel do Universo era herética e que a de que a terra se move estava “teologicamente” errada, contudo nada fora pronunciado a nível científico. O livro de Copérnico De revolutionibus orbium coelestium, entre outros sobre o mesmo tema, foi incluído no Index librorum prohibitorum (Índice dos livros proibidos). Foi proibido falar do heliocentrismo como realidade física, mas era permitido referir-se a este como hipótese matemática (de acordo com esta ideia o livro de Copérnico é retirado do Index passado quatro anos com poucas alterações). Apesar de que nenhum dos livros de Galileu foi nesta altura incluído no Index, ele foi no entanto convocado a Roma para expor os seus novos argumentos. Teve assim a oportunidade de defender as suas ideias perante o Tribunal do Santo Ofício dirigido por Roberto Bellarmino, que decidiu não haver provas suficientes para concluir que a Terra se movia e que por isso admoestou Galileu a abandonar a defesa da teoria heliocêntrica excepto como ferramenta matemática conveniente para descrever o movimento dos corpos celestes. Tendo Galileu persistido em ir mais longe nas suas ideias foi então proibido de divulgá-las ou ensiná-las.

    Alessandra Leles Rocha

  8. fynealhns said

    STOP CANADA´S CRUEL SEAL HUNT!

    Uma VITÓRIA sempre merece comemoração:

    This is the beginning of the end for the Canadian seal hunt: [!!!!!!!}

    https://community.hsus.org/humane/notice-description.tcl?newsletter_id=33355002

    Bjs

  9. Fy said

    Quem é o Pit Bull?

    Falcons’ Vick indicted by grand jury in dogfighting probe

    – Nossa que mto bom saber que alguns movimentos humanitários ainda funcionam.

    As Michael Vick waits for a second chance in the NFL, the Humane Society of the United States, the nation’s largest animal welfare group, has decided to offer Vick the opportunity to help prompt change in society.

    http://www.nfl.com/videos/nfl-preseason/09000d5d801e3e3b/NFLTA-Michael-Vick-timeline&campaign=ec0009

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: