Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

O Grande Sabbat – Samhain – Feliz Ano Novo

Posted by luramos em abril 29, 2009

Dia 1 de maio é o auge do outono. É o tempo da última colheita antes do inverno.

 O Sol está em seu ponto mais baixo no horizonte, de acordo com as medições feitas através das antigas pedras da Britânia e da Irlanda. Para os Antigos Celtas, esse dia sagrado dividia o ano em duas estações, Inverno e Verão. Samhain era o dia no qual começavam o Ano-Novo celta e o Inverno, por isso era um tempo ideal para términos e começos.

 Em Samhain, o Deus finalmente morre, mas sua alma vive na criança não-nascida, a centelha de vida no ventre da Deusa. Isto simboliza a morte das plantas e a hibernação dos animais, o Deus torna-se então o Senhor da Morte e das Sombras.

É tempo de honrar nossos ancestrais e nossa Sombra.

Acenda uma fogueira e celebre o princípio e o fim da Roda do Ano.

Um ano de beleza. Um ano de plenitude. Um ano de plantar. Um ano de colher.
Um ano de florestas. Um ano de cura. Um ano de visão. Um ano de paixão.
Um ano de renascimento. Este ano que eu possa renovar a terra.  E esta renovação aconteça em cada passo que eu der. Em cada mudança que eu fizer. Em cada algema que eu quebrar.  
E cada vez que eu acordar. (tirei daqui http://www.allsaintsbrookline.org)

Anúncios

2 Respostas to “O Grande Sabbat – Samhain – Feliz Ano Novo”

  1. fynealhns said

    Que delícia de lembrança, Lu.

    – Dizem q é mto legal fazer uma fogueira, sim, nem que seja num caldeirãozinho,

    – escrever todas as mágoas, ou sentimentos ou fatos q possam estar nos incomodando, em tirinhas de papel

    – e ir queimando e queimando, um por um, na noite de Samhain.

    Bjs

    SUSSURROS DE BELTANE

    … Duas vezes em uma Roda os Portais se abrirão
    Em Samhain para os que foram,
    Em Beltane para os que virão…
    E nesta noite mágica, em que os fogos gêmeos queimam
    Apressem-se, silenciem,
    e deixemos que os Deuses venham…

    [ deixemos…]

    Trecho do texto – SUSSURROS DE BELTANE –
    de Mavesper Cy Ceridwen

  2. Kingmob said

    Trecho do livro Xamanismo Celta, de John Matthews, ed. Hi-Brasil:

    Beltaine (Bel-tánie) marcava o início do verão e era um dos principais portais entre os mundos[…]. Beltaine era o período em que os animais eram soltos de seus currais para alimentar-se com a grama fresca da primavera; o gado e os rebanhos eram conduzidos por entre duas fogueiras para purificá-los de quaisquer doenças resultantes de seu confinamento invernal. Resquícios de muitos costumes celtas de mais são facilmente encontrados na Grã-Bretanha e na Irlanda, onde os aldeões ainda elegem suas rainhas de Mmio e dançam ao redor de mastros de maio. Os portões do outro mundo permaneciam aberto nesta época, e acreditava-se que trazia sorte procurar os presentes dos sídhe, o povo do outro mundo, o que era feito logo cedo, pela manhã. Os presentes eram dados mais facilmente aos belos e jovens. Beltaine é um período propício parase atingir nosso ápice e realizar nossos desejos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: