Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

A música que me conhecia

Posted by luramos em abril 26, 2009

Quando eu tive a sorte de ouvir Felipe Cavalheiro tocar esta música ao vivo, eu transbordei de emoção. É de um compositor brasileiro, Francisco Mignone.

Foi a melodia mais familiar que já ouvi na minha vida.  Quando eu ouvi pela primeira vez achei que já conhecia esta música, e hoje ouvindo de novo, descobri que na verdade, era ela quem já me conhecia.

Anúncios

Uma resposta to “A música que me conhecia”

  1. Felipe Cavalheiro said

    Malu,

    Muito obrigado por V. me prestigiar com a postagem no seu blog da Valsa de Esquina nº 10 de Francisco Mignone. Sinto-me muito honrado com as considerações feitas!

    Dê uma olhada no site “www.lojaclassicos.com.br”. Lá vc poderá encontrar um considerável acervo da boa música brasileira. Vale a pena, ainda, uma visita à loja, que fica no Campo Belo, pois eles tem uma seção direcionada à formação cultural/musical do público infantil.

    Um grande beijo,

    Felipe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: