Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Houve Tempos

Posted by Kingmob em fevereiro 13, 2009

Houve tempos em que havia uma loucura que era santa e houve tempos em que não havia outros tempos;

houve tempos em que o descontrole era a regra e os olhos dos outros eram nossos próprios olhos;

houve tempos em que a prudência era uma falha  de covardes, em que virtudes eram esculturas mortas de mármore;

ah mas houve tempos em que se jogar de cabeça era certeza de alegria, mesmo que não houvesse fundo contra o qual se chocar;

houve tempos em que vida e morte eram peças vazias de um jogo sem fundamento;

mas houve tempos em que a plenitude e a paz eram sinônimos de ócio, talvez de fraqueza e em que a rebeldia era um bem de valor;

houve tempos em que se conformar era realizar um pacto de escravidão consigo mesmo;

houve tempos em que ainda não havíamos inventado a palavra medo, e em que na verdade tanto fazia o rumo que a vida tomasse porque a vitória era sempre certa da maneira que fosse;

fosse com sofrimento, dor, prazer, alegria ou tudo isso misturado, éramos fortes e éramos bárbaros, não existiam tolices e frescuras tais como medo da derrota e de morrer ensaguentado com as próprias tripas nas mãos. A vitória era nosssa fosse como fosse…

houve tempos em que um abraço de amor não era um meio de suprir carências, mas um modo de compartilhar inteirezas;

houve tempos em que era crime punido severamente chorar a morte em combate, e em que o orgulho era o que tornava possível a fidelidade entre os amigos e amantes;

houve tempos em que a maior honra era perder a vida na batalha, e em que salvação e redenção eram o remédio para uma doença que ainda não existia.

Anúncios

4 Respostas to “Houve Tempos”

  1. Marcos said

    Os tempos têm que morrer para que outros tempos com mais coisas atemporais possam nascer.

  2. Kingmob said

    ….e os tempos que morreram retornam na dança do eterno retorno.

  3. Marcos said

    Depois de morrer e voltar os tempos sempre trazem alguma beleza nova. Numa analogia besta funciona da mesma forma que o sistema imunológico humano =)

  4. raskom said

    Marcão…não entendi!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: