Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Um Sonho Durante a Noite Escura

Posted by aldhabaran2 em novembro 24, 2008

Você pode achar piegas. Você pode não dar a mínima. Você pode lutar contra.

Mas ele vai estar lá.

O Sonho vem te revelar.

O Sonho vem te revelar.

Ouça com calma. Apreenda.

Morpheus tem algo para te dizer.

Anúncios

7 Respostas to “Um Sonho Durante a Noite Escura”

  1. Luiza said

    e eu queria saber como eh que a gente procede com o que o sonho revela.

    porque se no sonho se manifesta o inconsciente, ele eh cheio de elementos de nosso Self que nao conhecemos conscientemente, certo?
    Entao como perguntei no post anterior, se no sonho se manifesta nossa malvada Afrodite, por exemplo, o que eh que a gente faz com ela? Quem diz o que a gente deve fazer com a revelacao do sonho eh o ego…
    ok, consideremos que nao estamos taao dominados pelo ego naquele instante, afinal estamos nos esforcando para entender nossos sonhos e saber mais sobre nos mesmos.
    entao a pergunta eh: o que eh que a gente faz com a revelacao do sonho?

    (soh nao vale responder que a gente faz um ritual de assimilacao, elaboracao estas palavras vagas). Porque isso a gente faz quando tem o insight do significado do sonho, aquilo passa a ser conhecido, nao dah mais para negar que existe.
    Quero saber na pratica, o que a gente faz quando descobre a malvada Afrodite ou a inocente Psique?

  2. aldhabaran2 said

    Eu, particularmente, procuro ver durante a vigília onde é que está a “manifestação oculta” do que foi revelado no sonho. É difícil te dar uma receita, porque não sigo nenhuma de forma fixa: para um certo tipo de sonho faço isso, para outros uso outra abordagem. Depende muito, e infelizmente é subjetivo mesmo.

  3. maelstrom5 said

    Livro que me ajudou bastante com os sonhos: Inner Work, Robert Johnson. Imaginação Ativa o título em português.

  4. luramos said

    jah li tambem, me ajudou bastante, (os outros dele, HE e SHE tambem ajudaram) mas ainda nao tive a resposta, o que aparece no sonho eh a verdade sobre nos mesmos? Devemos considera-lo como a voz do inconsciente, superior ao ego e segui-la?

    ou talvez hajam simbolos do inconsciente que representem estruturas arquetipicas que insistimos em viver e que em “vigilia” jah estah mais elaboradas?

    afinal, considerando as partes que nos constituem e que temos acesso, quem a gente tem que deixar no comando?

    (o Higher-Self nao vale como resposta, porque o meu pelo menos aparece muito raramente, se eh que aparece)

  5. maelstrom5 said

    Hahaha, por volta de 0:56 aparece um maelstrom no vídeo.

  6. Adi said

    Oi Luiza,

    Pra mim o sonho sempre teve muito significado, alguns mensagens diretas que nem precisaram de interpretacao, outros bem simbolicos, entao corro atras de simbolismo e seus significados pra entender a mensagem.

    Interessante, que no meu caso, conforme vou pesquisando sobre o simbolismo do sonho, a mensagem comeca a ser assimilada pelo consciente, eh como se uma janela se abrisse aqui nessa caixola egoica e teimosa, e passo a compreender um pouco mais de mim mesma e de como a coisa toda funciona no meu mundinho.

    No caso dos sonhos onde aparece nossa malvada Afrodite (ou nossa sombra), percebi que o inconsciente queria me mostrar aspectos meus que nao eram aceitos e sim rejeitados pela consciencia, e no meu caso esses aspectos foram integrados de fato pela aceitacao. Claro que eh um processo bem dolorido reviver e remexer em coisas que haviam sido negadas, colocadas no fundo do bau, mas que vinham a tona nos sonhos, que o inconsciente teimava em mostrar, sempre dizendo: Olha, voce nao pode fugir de si-mesma, tem de enfrentar seus medos e bloqueios, tem de se amar do jeito que eh.
    Eh um processo lindo do caminhante, porque a gente vai descobrindo que a Afrodite malvada eh ao mesmo tempo a Psique inocente e vice-versa.

    >>afinal, considerando as partes que nos constituem e que temos acesso, quem a gente tem que deixar no comando?
    (o Higher-Self nao vale como resposta, porque o meu pelo menos aparece muito raramente, se eh que aparece)<<

    Quem pergunta eh um ego, e ele nao vai baixar a guarda e deixar o Self no comando. Na verdade o Self nao aparece porque o ego estah sempre no comando, nao sobra espaco pro Self. Mas acredito que seja atraves da integracao com a sombra mesmo, e com outros aspectos desconhecidos de nos mesmos eh que o Si-mesmo vai se conscientizando de Si-mesmo e de sua abrangencia individual. Nao eh facil, porque quando pensamos que alguma coisa jah estah assimilada, trabalhada, tudo retorna de uma outra forma, e temos que comecar tudo de novo, numa outra volta da aspiral…. parece ser um caminho sem fim.

    Por um periodo a Imaginacao Ativa funcionou comigo, e liberou alguns bloqueios. Ultimamente nao consigo me lembrar dos sonhos, me chegam somente pedacos, onde nao consigo fazer conexao alguma. Sinto que estou num periodo esteril, de calmaria, sem sombra e sem luz e sem inspiracao alguma.
    Sinto falta dos periodos onde a sombra me assombrava, porque nesses periodos o Self sempre estava presente a me guiar e instruir. Como que um pai muito irado, mostrasse seu horror, mas depois, de novo mostra sua face amorosa, gentil e generosa.

  7. Thalita said

    Na madrugada todos dormem, e desmaia o ontológico.
    Desmaiam também os afetos… Tudo que resta é sonho, e só.

    – Meu deus, será que se não durmo então me transfiguro
    num elemento onírico da Inconsciência mundial?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: