Anoitan

“Se sempre há um amanhã, sempre há um anoitã.”

Seja a mudança que você quer ver no mundo

Posted by adi em março 17, 2010

Tem um caminho que passo de vez em quando e que está escrito numa placa bem grande essa frase de Gandhi, e fiquei pensando que uma coisa muito simples  como “ser” é também o mais difícil. Percebemos que a maioria das pessoas se mostra descontentes com a vida que tem, também estamos descontentes com o que vemos fora de nós, e ainda assim nossas atitudes continuam sendo as mesmas.

Então estava assistindo o filme que o Elielson indicou, “Invictus” (não, isto não será uma resenha nem análise do filme, :D) e me lembrei dessa frase,  porque talvez nós possamos de fato fazer alguma diferença no mundo, contanto que começamos com nós mesmos, mudando algumas velhas atitudes, velhos hábitos.

Esse filme conta a trajetória de Nelson Mandela depois que ele saiu da prisão em 1990 e, depois  em maio de 1994 tornou-se presidente da África do Sul, trazendo unidade e paz para um país antes segregado pelo apartheid. Ele poderia usar de seu poder pra prejudicar os brancos e favorecer os negros, poderia ser a voz da vingança depois de tudo o que passaram,  e continuar com o ciclo de ódio e racismo, mas não, ele quebrou esse ciclo através do perdão, e uniu negros e brancos em seu País.

Há um ditado chinês que diz:  “Quando a alma se torna perfeita, o homem está em ordem; quando o homem está em ordem, sua família também fica em ordem; quando sua família está em ordem , o estado que ele dirigi também alcança a ordem,  o mundo inteiro goza de paz e felicidade. “

E têm tantas pessoas que conheço,  pessoas tão boas, boas mesmo, que estão fazendo uma revolução em outras pessoas simplesmente pelo fato de “serem” essas mudanças  nelas mesmas, e digo isso, porque vejo que é possível, é possível fazer um mundo melhor, cultivando em nós mesmos a paz, a alegria, respeito, amor, perdão, tolerância, etc.

De que adianta o indivíduo se iluminar dentro da caverna sozinho e quando retorna se irritar com as pessoas. Nós não precisamos de mais críticas no mundo, não precisamos de dedos  acusadores apontados para faces alheias, mas precisamos de tolerância e respeito com aqueles que são diferentes de nós por opção ou não, que importa; importa é que não mudamos o próximo sem que mudemos a nós primeiro, não traremos paz se não tivermos paz interior, nem amor se não tivermos amor, etc.; por que só podemos dar aquilo que já temos dentro de nós.

E pra concluir, eu tirei esses trechos do post : “O fazedor de chuva taoísta” .

“Houve uma terrível seca, numa região da China, onde vivia R. Vilhelm amigo de Jung e tradutor do I Ching.  (…) decidiram mandar buscar um fazedor de chuva.  … O homem veio numa carroça coberta, um pequeno velho ressequido, quando saiu da carroça, pediu que o deixassem sozinho numa pequena cabana em frente da aldeia; mesmo as suas refeições deviam ser deixadas no exterior diante da porta. Não se ouviu falar mais dele durante três dias, pois, não somente choveu, mas houve uma grande caída de neve, o que nunca se tinha visto nesta época do ano. Muito impressionado,Wilhelm procurou o fazedor de chuva na cabana e perguntou-lhe como podia ter feito chuva e mesmo neve. O fazedor respondeu: “Eu não fiz a neve; não sou responsável por isso”. Wilhelm insistiu: havia uma terrível seca até à sua vinda e depois, passados três dias, houve grande quantidade de neve. O fazedor de chuva respondeu: “Oh! Isso eu posso explicar. Veja, eu venho dum lugar onde as pessoas estão em ordem; estão em Tao; então o tempo também está em ordem. Mas chegando aqui, vi que as pessoas não estavam em ordem e também me contaminaram. Por esse motivo fiquei sozinho até estar de novo em Tao, e então, naturalmente, nevou». (Hannah, 1981: pp 21)

Jung sempre dizia: “A única forma que temos de fazer alguma coisa, é no indivíduo,

é em nós mesmos. É o princípio do fazedor de chuva: quando o indivíduo está em

Tao – local onde os opostos estão unidos – há uma influência inexplicável sobre

o ambiente (…) Há em nós um lugar onde os opostos estão unidos e nós devemos

aprender a ir visitá-lo, permitindo assim à luz voar pelo mundo.”  (Hannah, 1981

pp.82 – 83)

About these ads

59 Respostas to “Seja a mudança que você quer ver no mundo”

  1. Elielson said

    Invictus

    por: Willian Ernest Henley

    Do fundo desta noite que persiste
    A me envolver em breu – eterno e espesso,
    A qualquer deus – se algum acaso existe,
    Por mi’alma insubjugável agradeço.

    Nas garras do destino e seus estragos,
    Sob os golpes que o acaso atira e acerta,
    Nunca me lamentei – e ainda trago
    Minha cabeça – embora em sangue – ereta.

    Além deste oceano de lamúria,
    Somente o Horror das trevas se divisa;
    Porém o tempo, a consumir-se em fúria,
    Não me amedronta, nem me martiriza.

    Por ser estreita a senda – eu não declino,
    Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
    Eu sou dono e senhor de meu destino;
    Eu sou o comandante de minha alma.
    :)

  2. adi said

    Oi Elielson,

    Esse poema é lindo, um incentivo quando achamos que mais nada vale a pena lutar, eis que vale sim, ainda vale a pena continuar sempre em busca de realizar o sonho que se encontra dentro do coração.

    Mandela realizou seu sonho porque nunca desistiu. Gandhi também não desistiu, mesmo nas horas de maior sofrimento e solidão, eles se mantiveram firme.

    E nós também, mesmo que em menor proporção, em nosso pequeno círculo, podemos atuar de forma construtiva, primeiro em nós e depois quem sabe podemos ajudar outros.

    Tem tanta gente boa que já me ajudaram muito a me tornar uma pessoa melhor, esse post é em homenagem a elas…

    bjs e abs

  3. Sem said

    Invictus…. ainda vou ver. =)

    Não sei se o Mandela é tudo isso, mas o Gandhi eu acho que é, e foi, deixou, um exemplo de vida. Se tem uma frase que é meu norte, nas horas confusas me ajuda a reequilibrar, é essa, dele: “felicidade é quando aquilo que você pensa, fala e faz estão em harmonia.”

    Sobre racismo, a melhor definição até hoje eu ouvi do Demétrio Magnoli, sociólogo da USP, em uma palestra que deu para gravação do Café Filosófico – da TV Cultura – no final do ano passado. Ele disse, algo assim: “racista é aquele que acredita em raça”. Pra quem NÃO acredita em raça, essa frase diz tudo…

    A palestra foi essa… muito boa:

    http://www.cpflcultura.com.br/site/2009/11/30/integra-o-mito-da-raca-em-busca-da-pureza-demetrio-magnoli/

    O melhor do Brasil é a mistura…
    Canto com Arnaldo Antunes.
    Inclassificáveis:

    “que preto, que branco, que índio o quê?
    que branco, que índio, que preto o quê?
    que índio, que preto, que branco o quê?

    que preto branco índio o quê?
    branco índio preto o quê?
    índio preto branco o quê?

    aqui somos mestiços mulatos
    cafuzos pardos mamelucos sararás
    crilouros guaranisseis e judárabes

    orientupis orientupis
    ameriquítalos luso nipo caboclos
    orientupis orientupis
    iberibárbaros indo ciganagôs

    somos o que somos
    inclassificáveis

    não tem um, têm dois,
    não tem dois, têm três,
    não tem lei, têm leis,
    não tem vez, têm vezes,
    não tem deus, têm deuses,

    não há sol a sós

    aqui somos mestiços mulatos
    cafuzos pardos tapuias tupinamboclos
    americarataís yorubárbaros.

    somos o que somos
    inclassificáveis

    que preto, que branco, que índio o quê?
    que branco, que índio, que preto o quê?
    que índio, que preto, que branco o quê?

    não tem um, têm dois,
    não tem dois, têm três,
    não tem lei, têm leis,
    não tem vez, têm vezes,
    não tem deus, têm deuses,
    não tem cor, têm cores,

    não há sol a sós

    egipciganos tupinamboclos
    yorubárbaros carataís
    caribocarijós orientapuias
    mamemulatos tropicaburés
    chibarrosados mesticigenados
    oxigenados debaixo do sol.”

  4. adi said

    “Não sei se o Mandela é tudo isso, mas o Gandhi eu acho que é, e foi, deixou, um exemplo de vida.”

    Na minha modesta opinião, são modalidades diferentes de pessoas que realizaram o sonho de uma nação. Gandhi é incomparável pelo que realizou na Índia através da não violência, pacificamente da parte dele libertou um País. Mandela ajudou o País a fazer a mudança, tentou unir o povo da África do Sul depois do apartheid, tentou quebrar o ciclo de ódio e não virar o jogo numa vingança disfarçada de justiça porque o presidente era um negro, se ele conseguiu totalmente não sei, mas foi um grande feito sua tentativa de “igualdade”.

    Aqui no Brasil o racismo é disfarçado, o ciclo não foi quebrado e temos coisas do tipo cotas pra negros na faculdade, ministério pra igualdade racial em favorecimento dos negros??? oras, e a igualdade racial??? se é igualdade “racial”, então deveria ser com relação a todas as raças e não em favor de “uma” raça… continua sendo racismo da mesma forma no ciclo contrário…

    Mas a música do Arnaldo Antunes é bonita e deveria ser dessa forma…

    Vou ver a palestra do Demétrio. :)

  5. adi said

    pequenas mudanças fazem um mundo melhor com certeza…

  6. Mob said

    Adriana,

    Muito lisonjeado com sua citação, mas tendo em vista o histórico recente do blog e o antagonismo gratuito em relação a mim, à Fy e aos nossos peço a gentileza de retirar a menção do meu nome do texto.

    Grato.

    Mob

  7. adi said

    Salve Kingmob/Rodrigo, tudo bom?

    “…mas tendo em vista o histórico recente do blog e o antagonismo gratuito em relação a mim, à Fy e aos nossos peço a gentileza de retirar a menção do meu nome do texto.”

    Como diria o falecido Guako, Uuuiii!! :D

    Primeiro de tudo: Na paz, na boa, baixa suas armas rapaz, ninguém aqui quer ferir ninguém, muito pelo contrário. Independente do que pensa a meu respeito, e tanto faz pra mim, saiba que gosto muito de você e da Fy também, verdade mesmo; por isso não sei da onde você tirou esta idéia de que sou antagônica gratuitamente com relação à sua pessoa e à Fy. Muito menos da onde tirou que sou antagônica “aos nossos”, quem são “aos nossos” afinal?
    Se você está se referindo aos Anoitans, estou muito tranquila a esse respeito, pois que eu saiba está tudo na paz como sempre esteve, inclusive o Lúcio esteve aqui comentando posts em Novembro e Janeiro, o qual fiquei muito feliz. Se está se referindo aos leitores, também estou super tranquila com relação a isso também, pois sempre me dirigi com carinho e respeito a que todos merecem.

    Segundo: Vamos por os pingos nos “is”, já que pelo visto ficou uma coisa mal resolvida “no histórico recente” aqui no blog conforme dito por você, visto por você. Então vamos lá – Eu sei que você se refere aos comentários do post “O poder agregador do mito”, onde eu chamei o “Ken Wilber” de babaca quando ele escreveu : ” Não queremos que nossos ” sábios” tenham corpo, “ego”, impulsos, vitalidade, sexo, dinheiro, relacionamentos ou vida, porque essas são coisas que habitualmente nos torturam e queremos vê-las longe de nós. ” – Veja bem, eu chamei o “Ken Wilber” de babaca e não a Fy, não me referi à pessoa da Fy. Qual o problema de expor uma opinião que tenho, acaso não posso ser eu mesma e ter que me omitir pra não magoar “egos” envaidecidos?

    Sabe o que acho engraçado, é que todo mundo pode chamar o Dawkins de babaca, e também concordo, agora quando eu coloco minha opinião a respeito do que o Ken Wilber falou, sou taxada de “antagonismo gratuito em relação à sua pessoa, à Fy e aos nossos”, onde isso???? Onde fui contrária à sua pessoa Rodrigo? cite uma frase minha à esse respeito, por favor? onde fui contrária à pessoa da Fy? verifique o blog inteiro pra ver se encontra.

    Agora pra não ser contrária e não magoar “idéias” tenho que me calar, tenho que concordar? acho que foge totalmente a proposta do blog, pelo menos pra mim, que busco liberdade em todos os sentidos. Idéias são passageiras, não se magoe por idéias alheias, você não é a “idéia” que o Ken Wilber passou, nem a Fy é a idéia que o Ken Wilber escreveu – porque se magoar então??? porque cultivar essa raiva que só faz mal pra quem sente??

    Agora na boa, eu sinto muito mesmo, mas esse presente não é meu, não me pertence. Me desculpe, mas leve-o de volta pra você e pra Fy.

    Eu só sinto porque você e a Fy estão sofrendo sem motivos, estão vendo maldade e rancor onde não existe; de verdade, de minha parte como já falei, gosto muito de vocês e tenho um carinho especial. Limpe seu coração, não vale a pena, e por qual razão??

    Mas vou respeitar seu pedido, vou tirar seu nome ali em cima, mas não vou tirar a referência ao post, simplesmente porque está aqui no Anoitan, a não ser que você também queira que seus posts sejam retirados do blog?

    abs e fique em paz

    Adriana ( já que vc prefere) :D

  8. timóteo pinto - o papa pateta said

    quem são “aos nossos” afinal?
    ———

    é uma sociedade secreta fundada pra ser secreta e fazer coisas secretas q nem os membros secretos sabem de tão secreto q tudo q é secreto ali é, oras. dificil entender, adi? :)

    véio, tenho um amigo q foi socado, apedrejado, tomou chutes, 8, no olho direito, e nem quer processar o povo q fez isso, até arrumou explicação de pq agiram daquele jeito! :D as pessoas as vezes perdem o eixo e geram mais jing q o necessário! perdoa ai kingmob! a gente fica mais leve, todo mundo. E quem sabe o planeta numa dessa muda a órbita e me leva pra andromeda logo! :D

    e fiquem na paz, o ken wilber só acha q é o kingmob, mas nem escreve gibi e só sabe parar o cerebro de pensar (bobeira).

    e pra relaxar e gozar, ui! tb! :D :D

  9. timóteo pinto - o papa pateta said

    quando o falecido guaco zoou o jung e a adi ficou brava com ele, riram depois e viraram amigos -mas ela nunca visitou o tumulo dele. feio. :D :D

    saudade do guaco. vou atrair o espirito dele hj com magia punhetistica grantmorrisoniana.

    abraço e re-leiam o post e sejam a harmonia e o perdão q querem ver nos outros! santo açai!

    pimenta no cu dos outros é ui!

  10. adi said

    Salve Tomóteo,

    “é uma sociedade secreta fundada pra ser secreta e fazer coisas secretas q nem os membros secretos sabem de tão secreto q tudo q é secreto ali é, oras. dificil entender, adi? ”

    Olha, é melhor deixar pra lá mesmo, vai que faço parte e de tão secreta nem tô sabendo. :D

    “véio, tenho um amigo q foi socado, apedrejado, tomou chutes, 8, no olho direito, e nem quer processar o povo q fez isso, até arrumou explicação de pq agiram daquele jeito!”

    Nossa seu amigo tá virando é “deus encarnado”, está dando a outra face, e milagre já deve fazer. :)

    ” quando o falecido guaco zoou o jung e a adi ficou brava com ele, riram depois e viraram amigos -mas ela nunca visitou o tumulo dele. feio. ”

    Como num visitei? até levei flores pro guaco, levei lírios de chi, oras!!
    Verdade; sabe aquele dia do jung, eu chorei depois, entrei embaixo do chuveiro e deixei a água lavar minha alma junto com o choro; e percebi que bobeira grande me ofender por isso, eu posso gostar de certas idéias que pessoas brilhantes conceberam, mas não sou isso, não sou meus pensamentos sequer, depois eu ri de mim mesma… Sabe Timóteo, nada é por acaso, eu acho que quando nos magoamos precisamos rever o porque aquilo incomoda, mexeu com a gente, e porque estamos apegados aquilo?? porque o certo é que coisas externas não nos tirem do centro, e se tirar, cabe a nós nos realinharmos novamente em harmonia…

    obviamente essa é a parte mais difícil, perdoar e se libertar da carga de tijolos nas costas, e pode ter certeza, só estou servindo de instrumento nessa história toda, porque eu mesma, pessoalmente não estou incomodada, nem ofendida, nem carregando o peso nas costas. :D

    ui pra você também.

  11. timóteo pinto - o papa pateta said

    Nossa seu amigo tá virando é “deus encarnado”, está dando a outra face, e milagre já deve fazer.
    —–

    nada disso não. é mais mundano mesmo, ele tem medo de processa-los e depois eles virem pra se vingar dele depois! ui! :D :D :D o cara é mó medrozão! :)

  12. timóteo pinto - o papa pateta said

    Sabe Timóteo, nada é por acaso, eu acho que quando nos magoamos precisamos rever o porque aquilo incomoda, mexeu com a gente, e porque estamos apegados aquilo?? porque o certo é que coisas externas não nos tirem do centro, e se tirar, cabe a nós nos realinharmos novamente em harmonia…
    ————-
    os apegos q nos impedem de voar, menos o superman.

    de certa forma tudo é ídolo, tudo é coisa q a gente se apega, como diz esse lindo mestre em kriya yoga (o pequeno universo do chuniy lin em versão colorida hindu) :D (devo ter ofendido um ou dois hinduistas com essa comparação! ui!) :D :D :D

  13. Fy said

    Adi,

    Eu espero que vcs estejam bem,

    Estou lendo isto agora e sinto que devo responder,

    ‘Agora na boa, eu sinto muito mesmo, mas esse presente não é meu, não me pertence. Me desculpe, mas leve-o de volta pra você e pra Fy.’

    Não me parece que o Mob tenha lhe trazido um presente. Ele apenas pediu que vc retirasse o nome dele do post, por gentileza.

    Expôs as razões, com o mesmo direito com o qual vc expõem as suas.Caso ele as queira discutir, virá e discutirá, caso não queira, não acho que precise, mas é apenas a minha opinião.

    Quanto ao problema de Ego vaidoso, Adi, sabe, o lance de Ego é especialidade sua. Antagonismo quer dizer outra coisa. Aliás… nem tudo … quer dizer “ego”. E nem o que vc entende por ego.

    Caso o Mob quisesse, tirar os posts do Anoitan, porque não lí nada sobre isto, é um assunto a ser discutido com “todos”, os que se dispuzeram a formar o Anoitan.

    Aliás Anoitan é o nome de um blog comunitário.

    Fy

  14. timóteo pinto - o papa pateta said

  15. timóteo pinto - o papa pateta said

  16. timóteo pinto - o papa pateta said

    esse mundo tá perdido de tanto jing em excesso! :D :D :D

  17. Sem said

    Mob, Adi, Fy, Guaco,

    …História recente da qual faço parte, mas de minha parte não existe antagonismo nenhum.

    Só para deixar a minha posição clara aqui para todos: se existe uma sociedade secreta, não faço parte; se existe algum jogo, eu não estou jogando; se existe algum interesse oculto – de união, de separação, de classificação -, eu, ao contrário, desde o início minha intenção no blog foi de participar para me desvelar, literalmente me desvelar, inclusive naquelas coisas que mantenho ocultas até de mim mesma.

    Eu sempre nutri um sentimento de amizade muito forte por vcs, sem nem conhecer o rosto antes, ele nasceu do que eu supunha ser uma afinidade que tinhamos em comum. Saibam que amizade pra mim representa a vivência da intimidade mais pura, daquilo que temos de mais essencial, que se constrói com amor e tolerância – não espero das grandes amizades exercício de persona, de representação… Saibam que sofri muito com a separação de vcs (estou falando aqui só do Mob e da Fy), eceitei a separação de vcs simplesmnte, nunca entendi o motivo, mas aceitei… só que se vcs dois não participam mais do Anoitan porque eu estou bastante por aqui, posso me ausentar dessa “casa aberta” para que sintam mais liberdade de circular por aqui… a verdade é que vcs são anteriores nessa história do blog e que vem lá do F-A. Essa história, não é pra ela ter um fim, e pra continuar ela necessita mais de vcs do que qualquer contribuição que eu possa dar.

    Guaco, eu até fui pesquisar o que era energia Jing… não sabia bem direito o que era, mas ela em si não é negativa, ao contrário, só o excesso é que é… se existe alguma coisa ruim sendo praticada no mundo de hoje é o desequilíbrio. O desequilíbrio é que mata.

  18. Elielson said

    Tudo que pode nos transformar e fazer ruir de vez nossas redes conceituais não está descrito, não pode ser descrito. E pq pode ser descrito o que nos faz agregar um novo conceito nessa rede?
    Esse Deus biológico já vem como cavaleiro ou anjo apocaliptico?
    Por acaso a tendência comum impede totalmente a desconstrução de tempo passado? Passado que podemos muito bem usar de referência pra não repetir doses amargas que o sensorial absorve, mas o discernimento pra julgar a verdadeira ofensa jorra de uma fonte a qual nem precisamos refletir, meditar ou peregrinar no deserto pra saber que arranhões mentais tbm são produções desse mesmo movimento de criação que pode ser impedido por separações inseridas por outras realidades as quais tbm damos crédito, muitas vezes com a finalidade de impedir que certos sonhos de união realizem-se, o que é até justo se pensarmos que a união que está sendo impedida, é a união ao redor de algo que dependa de uma unanimidade de credibilizações. O presente momento, o que é?
    Vamos… o que é o presente momento?
    Pra mim é esse conjunto de sensações, que a ciência ajuda a descrever, moldando o senso comum em um direcionamento que até então com um pouco do bom senso que tem no senso comum, fica claro que é um direcionamento destrutivo, porém, um direcionamento destrutivo com algum vestigio de esperança pandórica que faz que nossa manifestação insista em dizer (tambem na busca de uma expressão que tenha a sensatez total, tipo a procura da batida perfeita, tipo… curar o mundo com uma palavra, e olha que é assim, nem que essa palavra seja… Faça-se nada!): Ei pessoal, tudo bem, é dificil crer na humanidade, mas fica mais facil crer quando eu souber que tá todo mundo acreditando em si mesmo, mais do que em qualquer outra coisa que alguém precise dizer na esperança de que esse movimento de auto-crédito seja realizado. E gente…, vcs acham mesmo que esses caras que usam idéias centrais…, como os lideres que usam roupas e não queimam dinheiro, vcs acham que esses caras creem em algo mais do que o que eles estão consumindo ( e, olha que não creem o suficiente nem no que consomem, pois se cressem, consumiriam menos, pois estariam conscios de que pouco se é preciso pra ficar de pé falando as regras deles). Gente, o papa é o cara mais ateu que existe, tudo gira em torno do pinto papal, do pinto lulistico, obamistico, e por ai vai… Não digo que eles não tem boas intenções de vez em quando, é que muitas vezes eles chegam a uma conclusão comum que é bom pra eles e prejudicial pro resto, é nesses casos que podemos dizer que o ego fode com tudo, quando ele só dissolve-se no superego… (que é um conjunto de forças destrutivas e tão forte que dá essa impressão de ser irrefreavel), sem antes ser usado pra ver que o superego não é uma coisa perfeita e digna pra que uma coisa tão impar possa ir lá e se jogar nele. Por isso que a eliminação do ego é opção melhor do que conceber a realidade do outro, porém, com esperança no ego do outro, ambos podem analisar muito melhor o que é essa parada toda que passa diante dos nossos olhos, e na subsequência o recolhimento vai ser tão profundo que até mesmo dor e prazer vão perdendo seu poder.

    Vamos falar de pesticidas e de tragédias radiativas… :D
    A crise poluitiva pode ser exemplificada no senso estético deturpado, impreciso, que por magia negra parece preciso.
    Sabemos que os processos de extração não respeitam o processo de reintrodução, mas mesmo assim há uma preferência pelas latas coloridas, mesmo que elas dificultem o processo de reintrodução com seu tingimento. A reciclagem, antes de tudo deve ser um plano pré-reciclagem, só assim rola, assim sendo apenas produzido aquilo que se enquadrar no padrão de reintrodução imediata, e que façam leis já que precisam de leis…
    A biodegradabilidade deve contar primeiramente conosco que somos dotados de consciência que nos diferencia por dar a nós a habilidade de englobar os itens que estão ai na natureza dispostos a nos ajudar nessa tentativa de manter o planeta e chamar os alienigenas pra uma festa, dizendo assim no convite: Estamos de boa! Os medos de trabalho e maternidade acabaram :D
    Todos irmãos, a distância do parentesco é só uma ilusão apoiada pelo tempo.

  19. timóteo pinto - o papa pateta said

    Guaco, eu até fui pesquisar o que era energia Jing… não sabia bem direito o que era, mas ela em si não é negativa, ao contrário, só o excesso é que é… se existe alguma coisa ruim sendo praticada no mundo de hoje é o desequilíbrio. O desequilíbrio é que mata.
    ————

    virou espirita Sem? :D o guaco morreu! :D

    mas é isso ai, esse mundo tá perdido de tanto jing em excesso. num existe energia “ruim” só energia em desequilibrio. ;)

  20. timóteo pinto - o papa pateta said

    só que se vcs dois não participam mais do Anoitan porque eu estou bastante por aqui, posso me ausentar dessa “casa aberta” para que sintam mais liberdade de circular por aqui… a verdade é que vcs são anteriores nessa história do blog e que vem lá do F-A. Essa história, não é pra ela ter um fim, e pra continuar ela necessita mais de vcs do que qualquer contribuição que eu possa dar.
    ———-

    sem, o ideal é todo mundo conviver com todo mundo. pára com isso, vc dá sua contribuição como todo mundo, as vezes até eu acho q contribuo com algo menos inútil! :D

    sério.
    eu nem sabia disso da fy se ofender por causa do ken wilber. E qual o problema d o ken wilber ser tão babaca quando o dawkins ou mesmo eu, o pequeno principe dos babacas com dois pés?, qual o problema em se ser babaca, saca? e dai q ele falou merda no conceito da adi e no conceito da fy ele é um “sábio”? juro q não acreditei q foi esse o motivo da cisma local! :D até pq, pra mim, infelizmente, o ken wilber é um babaca, ou como um ex-amigo me falou quando mandou um vídeo do wilber com eletrodos no cérebro, é um reizinho da egotrip, oras, e via minha experiência acho q é por ai mesmo, um medroso traumatizado pela morte de alguém querido, além de ser outro q anda promovendo o transhumanismo, como pode-se ler até no wikipedia! :D :D, e pq medroso, o próprio trecho do wilber citado é de alguém com medo da “divindiade”, medo de se entregar ao grande oceano q nos move e alimenta, saca? pois desde q me afundei em meditação chingling com disciplina quase militar, tipo, so desregrado com tudo, sem rotina alguma, mas só com rotina fixa na meditação, meio como dom juan ensina ao castaneda tb, saca? desde q resolvi me entregar àquilo q já experimentei ao espiralar e ir além de mim mesmo, desde então meu “eu”, minhas identidades, minhas certezas, meus ideais, meus desejos tudo isso morre e morre violentamente e a cada dia mais rápido, dia após dia, e por isso q o sr.wilber não faz sentido algum em suas exposições medrosas e enraizadas num misticismo “racional” (q naturalmente o levou a promover o bom e velho medo da morte: transhumanismo), desde q me entreguei a esse fluxo incomensurável q nutre e une tudo, véia!, me dissolvo dia após dia… parei de comer carne, parei de beber minha cervejinha preta com gelo e limão de toda noite, depois parei de fumar orégano, depois parei de fazer magia punhetistica grantmorrisoniana (e o treco funciona q é uma loucura, quando se tem, bem, jing suficiente!), depois parei de lutar por ai, depois parei, não tanto quando devia, de provocar os outros por ai com idéias e palavras ácidas, mas essa é a parte mais dificil de perder pra mim, mas num luto mais contra, deixo fluir, não retenho mais nem isso! :D :D e cada vez mais me sinto menos eu e menos me identifico com minhas rotinas e hábitos, os já perdidos e os q estão sendo abandonados, mais e mais, e é só assim q me aproximo mais e mais e mais do, digamos, incomensurável mistério q move e une tudo, e, porra!, é difícil, pois vivemos num mundo de pessoas q gostam de desejar e nutrir certezas e lutar por elas, pessoas q colocam idéias acima da boa convivência, e sei oq é isso pois, como ex-aquariano (tem chikung pra apagar “destino solar” tb :D :D) eu acreditava q defender ideais era algo nobre. E não é. É coisa de intelectual assustado e com medo de se entregar à grande vida, q como um grande oceano puxa vc pra onde ela quer, não pra onde vc, separando-se, quer-se.

    É como diz o demônio de olhos azuis, o damo/bodidarma, no clássico texto do caminho do guerreiro, agora minha magia é o dharma, e nesse caminho, não há certo nem errado, não há ideais nem ideologia, apenas há um fluxo, decidido pelo incomensurável, pelo caminho, dao, dharma, tchururu, etc, q ou se aceita e com isso ganha-se leveza e felicidade interior permanente, ou se sofre e se separa dos outros achando-se “importante”, achando-se q foi “ofendido”, achando-se q se está “certo”, etc, etc.

    Tem coisas q só depois de se praticar e experimentar com a mente e corpo ao mesmo tempo é q pode ser compreendida. Como dizia hakim bey, o corpo é o mistério e a chave, e digo mais, mistério e chave pra ir-se além do corpo e além da mente, rumo ao espírito, o qual tanto a mente quanto o corpo são ensinados a ou ignorar, ou escravizar em nome de desejos e certezas.

    Mas é como diz o post da adi como tb mostra o poema q o elielson postou no inicio lá, as coisas, com mais e mais seres realmente humanos (sem essa de “mais humanos q humanos” de certos brujos por ai! incluindo os brujos do transhumanismo! :D :D), elas estão a mudar. E como sinto q o nosso planetinha passa por um momento de “incubação medicinal pré-socrática”, os sintomas vão saltar em todos lugares. O negócio é não tratar/sanar os sintomas, é, sim, alimentar o espirito, e ele, por sua natureza e pelo q já experimentei dele, ele só ama, até quem acha q está certo! :D :D

    abraço e num seja feia, continue postando seus textos mais psicológicos, pois toda idéia é falsa, as suas e minhas e de todo mundo, mas num teatro q é esse lila aqui, todas idéias divertem e criam novas conexões neurais, oras, e assim, cumprimos nosso papel q é de sempre expandir, uns primeiro o corpo, outros a mente, mas expandir até o ponto q esses dois coitados, mente e corpo, possam tocar e sentir o espirito q os cria! :)

    já assistiu o filme russo shamanico do tarkoviski? nunca li uma visão psicológica daquele lá! ;)
    abraço honesto (e demorado, mas sou limpinho e cheirosinho! :D)
    .t (pois o guaco morreu! :D :D :D :P)

  21. Fy said

    Êepa, Sr Timóteo. Quantas verdades cheias de verdades , amigo!

    Meus humildes Parabéns.

    .t (pois o guaco morreu!

    Que pena.

    Um cara que falava com a Lua.

    Peito cheio de sol.

    Desses que deixa saudade por onde passa.

    Sem verdades: – Guaco : de verdade.

    Notícia triste.

    In Memorian:

    Ele me dava a impressão de Mar. Jing que ondula, jing do bem.

    Mas, desculpe aí, T. – de qualquer forma a tendência do jing é se reequilibrar.

    Fy

  22. adi said

    Fy, Kingmob, Elielson, Sem, e claro Timóteo,

    Sabe o que é mais bacana, é que o post é sobre: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”

    E só tenho a dizer pra todos vocês: Vocês são lindos pra mim, lindos de verdade, cada um do seu jeito de ser, são pessoas lindas.

    um grande beijo no coração.

    Adi

  23. timóteo pinto - o papa pateta said

    cuidado fy, q assim vc faz defunto sair da tumba! :D

  24. adi said

    Timóteo,

    Muito bom, perfeito!!! Só você mesmo pra fazer um strike do bem. :D – tô falando, vc é uma dessas pessoas que revolucionam o mundo pra melhor, com certeza… :D

    “É como diz o demônio de olhos azuis, o damo/bodidarma, no clássico texto do caminho do guerreiro, agora minha magia é o dharma, e nesse caminho, não há certo nem errado, não há ideais nem ideologia, apenas há um fluxo, decidido pelo incomensurável, pelo caminho, dao, dharma, tchururu, etc, q ou se aceita e com isso ganha-se leveza e felicidade interior permanente, ou se sofre e se separa dos outros achando-se “importante”, achando-se q foi “ofendido”, achando-se q se está “certo”, etc, etc.”

    Olha aí o Wu-wei do budismo (rsrsrs), solte-se no fluxo e deixe-se guiar, livre, mais leve que a pluma, não existe felicidade maior… e é bom demais quando essas sintonias acontecem…

    “Tem coisas q só depois de se praticar e experimentar com a mente e corpo ao mesmo tempo é q pode ser compreendida. Como dizia hakim bey, o corpo é o mistério e a chave, e digo mais, mistério e chave pra ir-se além do corpo e além da mente, rumo ao espírito, o qual tanto a mente quanto o corpo são ensinados a ou ignorar, ou escravizar em nome de desejos e certezas.”

    É verdade, coisas que ninguém acredita! mas é assim, há tal coisa, todos os sábios relatam a mesma coisa, a mesma experiência. Porque será? :D

    “já assistiu o filme russo shamanico do tarkoviski? nunca li uma visão psicológica daquele lá!
    abraço honesto. ”

    Ah, se tá cantando a gente pra fezer uma resenha do filme, né? assisti ao filme Stalker, muito sensível, muito bonito e simbólico também, é bem ao estilo onírico, atemporal… vai sair a resenha, aí eu e a Sem, se ela quiser claro, vamos trocar opiniões aqui. :)

  25. adi said

    Sem,

    “Eu sempre nutri um sentimento de amizade muito forte por vcs, sem nem conhecer o rosto antes, ele nasceu do que eu supunha ser uma afinidade que tinhamos em comum. Saibam que amizade pra mim representa a vivência da intimidade mais pura, daquilo que temos de mais essencial, que se constrói com amor e tolerância – não espero das grandes amizades exercício de persona, de representação…”

    De minha parte também; também como você me coloquei por inteira mesmo, e cultivei uma sincera amizade. Aqui sempre abro meu coração, e assim como você, falo da minha intimidade essencial, coisas que me abro só pra duas amigas minhas de lonnnga data, que são mais que irmãs pra mim.

    “… posso me ausentar dessa “casa aberta” para que sintam mais liberdade de circular por aqui… a verdade é que vcs são anteriores nessa história do blog e que vem lá do F-A. Essa história, não é pra ela ter um fim, e pra continuar ela necessita mais de vcs do que qualquer contribuição que eu possa dar.”

    Sem, não têm mais jeito, nem tente escapar daqui (rsrsrs), não importa que data você chegou, você faz parte daqui, tanto quanto eu e todo mundo daqui. Se você abandonar o navio, faço greve de fome, viu!!! :D

  26. Sem said

    .t, não poderia deixar de te responder ainda hoje, o que vc fez foi dar um presente aqui para quem o leu…

    Perdão pelo “guaco”, é que não levei essa morte a sério, mas como eu nem conheci o guaco, tb não vou lamentar sua falta – a ignorância tem lá suas vantagens…

    Vou te responder em partes, fazendo alguns poucos recortes entre aspas do seu comentário. Mas saiba que concordo em linhas gerais com todo ele, concordo muito!

    “o ideal é todo mundo conviver com todo mundo”

    Eu acho isso tb, mas o que é “achar”? a opinião de alguém, o pensamento de alguém? qd estamos num grupo dizer o que queremos, pensamos, é uma coisa, mas impor nossa maneira de pensar e querer é outra bem diferente. Por mais certo que avaliemos ser uma ideia nossa ou estado de espírito, sentimento, outros podem avaliar diferente… num grupo há que se ter consenso, e se a ausência do Mob e da Fy no blog tem a ver com minha participação intensiva por aqui, então, minha participação deixa de ser apenas positiva, e nem eu me sinto bem em participar sabendo o que ela acarreta.

    “eu nem sabia disso da fy se ofender por causa do ken wilber”

    Nem eu – essa é uma hipótese da Adi, pra falar a verdade eu não acompanhei a discussão qd ela aconteceu no tópico do Joseph Campbell, estava viajando e não acessei o blog e nem email por 1 boa semana. Qd eu cheguei em casa, li de uma só vez dezenas de emails do tópico (qd vc é o autor do tópico recebe os comentários todos por email), O que eu fiquei meio perturbada foi não com a discussão de ideias, não prestei muita atenção nela pq francamente fiquei boba com outra coisa, com a Fy falando a meu respeito como se eu não existisse, coisas que nem o meu melhor inimigo falaria, se por acaso eu tivesse algum… insinuações e sugestões do que eu tinha dito em outras ocasiões como se as minhas opiniões no blog fossem críticas direcionadas a ela. Fiquei sem saber o que fazer, nesses casos costumo travar, e eu nunca entendi e nem a Fy explicou de onde brotou essa animosidade que eu considero apenas uma grande construção. Se havia algum propósito, se havia alguma intenção de me afastar do blog, não sei, o fato é que eu me afastei mesmo. Achei mais acertado não mais participar do Anoitan, mas depois de um tempo, em águas mais serenas, escrevi um comentário num tópico que achei interessante da Adi e fui muito bem acolhida por ela – aliás, Adi que segurou sozinha a peteca do blog nesse tempo mais obscuro do Anoitan, é preciso reconhecer. Por 1 ou 2 meses ela esteve praticamente sozinha.

    “juro q não acreditei q foi esse o motivo da cisma local!”

    Ken Wilber? sei lá se é um grande babaca, nunca li, até imagino que ele deva ter alguma coisa de interessante, visto que é pensador reconhecido, se é que isso significa alguma coisa, da forma como os interesses são manipulados sempre pela mídia… Ken Wilber não está na minha lista de autores a serem lidos no momento, antes tenho Deleuze e Cia., dessas leituras sinto mais falta, pois ressoam com outros autores com quem tenho afinidade na visão de mundo.

    “pessoas q colocam idéias acima da boa convivência, e sei oq é isso pois, como ex-aquariano”….

    Só queria fazer um comentário de passagem: isso aqui é uma república de aquarianos. Não é uma reclamação, me dou bem com esse signo que tenho um Urano bem colocado na 9, e um movimento bom na casa 11 – casa de aquário, 3 signos passando por ali e 3 planetas importantes (o Sol é 1 deles), além do nodo lunar verdadeiro.

    “já assistiu o filme russo shamanico do tarkoviski?”

    Olha que coisa boa, ainda não. Não é ótimo ter alguma coisa prazerosa para se fazer na vida e que ainda não foi feita.
    Veja o caso do Henry Miller (autor de Trópico de Capricórnio, etc.) que lamentava não ter deixado nenhum romance do Dostoievski para ler na velhice mais avançada.
    Isso eu prometo voltar aqui, comentar depois que ver esse filme.

    “pois toda idéia é falsa, as suas e minhas e de todo mundo”

    Eu concordo total, total… não vai dar tempo de eu falar tudo o que gostaria agora. Mas há não muito tempo fiz essa poesia que chamei de “serexistência”. Talvez ela diga…

    Cansei de procurar desenho em poesia e imagens em poetas que bem me representem – eu não sou geometria.

    Cansei de procurar pela frase alheia que no final das contas falará sempre mais da angústia universal do que da minha – eu não sou a humanidade.

    Cansei das palavras – eu não sou nem o meu próprio discurso.

    Agora eu serei chão pó pedrazul sem poesia nenhuma:

    Não existe poesia ou palavra
    que expresse um ser
    por que um ser não se explica
    eu não sou, eu existo
    pedra azul suspensa no ar
    sem poesia nenhuma.

    .t, brigada pela sinceridade que transborda e faz tão bem.

    Até!

    Abraço honesto? essa hein, um beijo na bochecha! =)

  27. Sem said

    Adi,

    “Sem, não têm mais jeito, nem tente escapar daqui (rsrsrs), não importa que data você chegou, você faz parte daqui, tanto quanto eu e todo mundo daqui. Se você abandonar o navio, faço greve de fome, viu!!!”

    pelamordedeus!

    Obrigada pelo apoio, o que eu conto sempre é com sua amizade. =) Mas sem melodramas, o que eu gosto é de botar dramas onde não têm, onde ele já existe, vamos simplificar, sem neuras.

    Função pensamento, Adi, pois sim. Esse seu pequeno comentário é típico de quem tem função principal sentimento. :p

  28. adi said

    Pessoal, Sem,

    Desculpem as brincadeiras, ok. É que já fui tão séria antes, e está sendo gostoso levar as coisas mais na brincadeira. O dia-a-dia, o trabalho, as responsabilidades acabam deixando a vida muito séria, sisuda até, e aqui na net é mais como uma descontração, onde tentamos falar de coisas leves, espirituais e que alegram nossa alma. Pra mim tem sido dessa forma, mas talvez nem todos entendam dessa forma… :)

    No mais, falando sério agora, no fundo todo mundo quer ser aceito pelo que é, quer ser amado pelo que é; e acabamos com medo de sermos inteiramente verdadeiros e não sermos aceitos pela sociedade, pelo grupo de amigos, etc; porque somos seres sociáveis, convivemos em grupo. Talvez devido a isso, reprimimos também nossos sentimentos com relação ao próximo, principalmente os bons sentimentos. Percebemos que é muito mais difícil uma pessoa falar “eu te amo” do que ofensas. As ofensas são ditas sem reflexão; já elogios, ou palavras que ressaltam as boas qualidades das pessoas, palavras amigáveis, reconfortantes ou de amor, são ditas raramente ao próximo; mesmo que se sinta amor, mesmo que se tenha admiração pelo outro, a maioria se cala, ou por medo de ser rejeitado, por vergonha; sei lá, mas sei que há muita dificuldade nesse aspecto…

    Só sei que talvez por causa disso o mundo está ficando “sistematizado” e mecanizado demais, racional demais, está se perdendo o calor humano, a fé no humano, está ficando seco e sem alma, e o pior estamos nos acostumando com isso, acabamos achando normal ser assim, e estranhamos ou desconfiamos quando outros nos dizem coisas boas, quando outros nos fazem elogios, quando dizem que gostam de nós e quando nos colocam pra cima :) . Logo pensamos, êpa! têm coisa errada aí!! :)

    Pena que seja assim. :(

    bjs e abs a todos

  29. adi said

    “Função pensamento, Adi, pois sim. Esse seu pequeno comentário é típico de quem tem função principal sentimento. :p ”

    Olha, que bom!! Eu tô mudando, estou deixando aflorar minha função inferior; isso é muito positivo segundo Jung. Eu lembro meio por cima de um post do Lúcio, onde ele explicava que o processo de individuação é liberar a função inferior, ou que se dá através da função inferior, no equilíbrio eu acho — alguma coisa assim??? vou pesquisar melhor!!

    valeu pela dica. :)

  30. Fy said

    Sem e Adi,

    Não sem um sentimento de total lástima me sinto compelida a responder o comentário da Sem.

    Lástima porque considero mesmo lamentável, chato até, “sombrear” esta performance tão graciosa de meninas boózinhas.

    Ficou bonitinho. – Verdade !

    Mas caso não houvesse a vontade de ler a resposta, com certeza não haveria a necessidade de tê-lo feito.

    Mas,poisé, – algumas inverdades me chamaram a atenção; – mesmo que tenham sido “necessárias” pra compor o teor dramático desta cena e culminar a estetização do excelente papel de vitima inocente, ou vítimas inocentes que passeiam por ela” > mas NÃO passearam > em outras : cenas.

    Caso haja curiosidade em analisar fatos e não “interpretações : estas sim convenientemente construídas” > nada como um check out honesto, sem coreografias ensaiadas….. – interpretações fantasiosas….

    Sem distorções e contorcionismos … [ e nem Wilbers....] afinal, – Sem, você mesma apontou seu desgosto por melodramas: – check it : Sem : – mas “sem viagens” e “sem parilisias” : nesta época, você não as teve: – por favor… :

    Vamos, honestamente , aos “seus” simpaticíssimos “estranhamentos” e “animosidades” :

    http://anoitan.wordpress.com/2009/08/14/grandes-sao-os-desertos-e-tudo-e-deserto-alvaro-de-campos/

    http://anoitan.wordpress.com/2009/09/29/o-poder-agregador-do-mito-joseph-campbell/#comments

    – Com isto eu espero encerrar minha participação neste post. Acho que todas e todos expusemos razões. Não me interessa mais tê-las.

    – Guaco,

    Te leio a tempo suficiente pra saber que você não precisa invadir espaço nenhum. Muito e muito menos o meu.

    Fica aqui um convite em aberto, mesmo q vc não queira aceitar neste momento; mas…. momentos existem: aqui, alí , e meu convite é pra qualquer momento.

    Esteja à vontade pra visitar, colocar suas opiniões, mudar ou criticar ou ofender ou qualquer coisa que lhe ocorra dizer ou fazer lá no meu blog. – de frente.

    Lá, ninguém vai te mandar calar a boca; ou achar que vc está envenenando alguma coisa ou qualquer coisa assim: – independendo do momento …, claro – : e depois afirmar que são adeptos da liberdade … de expressão: ou de “harmonia”:

    http://anoitan.wordpress.com/2009/04/19/as-deusas-moiras/#comments

    Aliás, este post tem comentários excelentes… vale a pena reler de vez em quando. É um verdadeiro “Trabalho de Harmonia”. – só a Fy que não participou > : à constatar.

    Mas, é um convite consciente, “ de frente” : afinal te gosto e convido “pq” te leio faz tempo pra caramba, :

    Guaco

    Vá com o Nick que quiser, my friend, com o ip que escolher, eu te garanto q será bem recebido sempre. E sempre, é : “sempre”.

    Mas, independente de qualquer opinião, nick ou ip; eu te espero como Guaco.

    Se não quiser ir, pq é blog burguês ou não está a sua altura, não faz mal, agente faz o que o coração manda.

    – nãoénão?

    Mas mesmo assim, se um dia quiser, está bem claro e, como voce diz > de frente: nem vc e nem tua vibe precisam de convite e nem de nick especial.

    Mas tem um detalhe: quanto menos domesticado melhor. Lá te gostam, pq não o são.

    O blog da Fy, Guaco, é este aqui: pra qualquer nick: carioca, angolês, gringo, uraniano, etc

    http://windmillsbyfy.wordpress.com/

    Neste aqui : o Anoitan, tb te recebi muito bem, vc sabe disto. – “Sempre” … , “sempre”. – aliás, pq não o faria?

    http://anoitan.wordpress.com/2009/04/19/as-deusas-moiras/#comments

    “Meu” email, no caso de alguma duvida, é este aqui: “2 palitos”: e te respondo qq dúvida ou impasse com a maior harmonia , aliás.. harmonia gera harmonia:

    Fy2hns@hotmail.com

    Fy

  31. Fy said

    Sorry,

    Faltou um comentário do Guaco, q não saiu não sei porque:

    …Mas, é um convite consciente, “ de frente” : afinal te gosto e convido “pq” te leio faz tempo pra caramba, :

    – e eu nem vou rir ou falar por trás, faço tudo de frente mesmo! > Guaco

    http://anoitan.wordpress.com/2009/04/19/as-deusas-moiras/#comments

  32. timóteo pinto - o papa pateta said

    fy, me deixe em paz, quer brigar, olhe no espelho.

    quer pedoar, aceite q a adi, a sem, vc, o kingmob, eu, e todos erram.

    quer estar sempre certa e usar o passado pra jogar sua violencia interna nos outro, leia wilber e olhe-se no espelho.

    e não se preocupe, sua participação aqui, no saindodamatrix, sua fácil irritação me mostram q tem muito q apanhar da vida ainda.

    bobinha! :D :D :D

  33. timóteo pinto - o papa pateta said

    menos fy, vá “pros seus” então e seja feliz lá! sério!

    do mesmo jeito q quando teu ego é machucado vc se “separa” dos “inimigos”, oras, aprenda a não gostar de mim. Ficarei mais feliz do q já sou, menina raivoza! :D :D

    e eis a “incubação pré-socrática” ocorrendo pelo mundo! :D

    aleluia! :P

  34. timóteo pinto - o papa pateta said

    Lá, ninguém vai te mandar calar a boca; ou achar que vc está envenenando alguma coisa ou qualquer coisa assim: – independendo do momento …, claro – : e depois afirmar que são adeptos da liberdade … de expressão: ou de “harmonia”:
    ———

    sabe fy, as pessoas crescem, mudam, aprendem e isso ocorre até com as pessoas q te machucaram no passado. queira seu ego raivoso ou não.

    perdoar é a arte maior.

    e fixar o passado é impedir que as pessoas crescam, mudem, aprendam, e isso só faz bem pros q se sentiram ofendidos, e isso faz com q eles continuem a espalhar desarmonia, e isso seja vc ou seja a sem, q resolveu lembrar o passado tb.

    eu, mesmo sendo ex-aquariano, me fixo no futuro, obscuro, desconhecido, o qual construimos, ou com amor e perdÃo ou com ressentimento e violencias.

    sinto muito mas seu blog não me atrai, seja pelo layout feio, seja pelo excesso de imagens bobinhas, seja pelo conteúdo superficial e excessivamente intelectual. Tanto o anoitan quanto o saindodamatrix me são mais interessantes, pois a gama de idéias e pessoas heterogêneas é maior, em ambientes homogêneos, como seu espaço, não posso existir, pois como erisiano, q nada tem a ver com raiva e ofensas, gosto de gerar movimento, e movimentos ocorrem melhor em ambientes heterogeneo, saca?

    agora, se quiser continuar cuspindo sua raiva, vá em frente, q não comento mais, não fico perto de gente raivosa, ressentida e q joga o passado na cara das pessoas.

    seja mutante em alegria,
    filha da hecatombe da familia nuclear, como digo nuns versos meus. ou não! :D

    e pra terminar minha participação como parasita de comentários por aqui.
    ui! :D :D :D :D

  35. Fy said

    Ah Guaco,

    Mas eu ainda nem cheguei a seus pés, qdo seu ego tá ferido.

    Porque passado? vc não está me respondendo “menos” do que respondeu pra Sem ou pra Adi …. no passado…..rsrsrsrs vai lá pra ver.

    Aliás, tá sendo até mais ofensivo.

    Mas te conheço o bastante pra não me ofender.

    Daqui a pouco, sai aí alguma divergência… e vc fica meu amigo de novo.

    Tem sido assim, não tem?

    Curte aí,… imagina se eu vou te atrapalhar. Ui! – como vc diz.

    Já te falei: gosto de vc. > é problema meu – não seu.

    Mas, em relação ao meu blog: o CONVITE – tá feito. De Frente: repito.

    Eu sou feliz em qq lugar, Guakito, a vida já me ensinou. Mas agradeço sua preocupação.

    Cuidado aê : Precisando : tô aqui.

    SDM? rsrsrsrsrsrs – pra mim, lá, vc era o único q valia a pena ler. – Raivoso!!! pacas !

    Mas, eram outros tempos……- tempo?

    Fy

  36. timóteo pinto - o papa pateta said

    sim, fy, eu era raivoso nas defesas de idéias no saindodamatrix, era oq eu me configurava na época. Eu tinha cisma com o acid devido, principalmente a idéia q ele nutria sobre o daime na época, e mais umas visoes superficiais q ele tinha. E eu achava q era justo ser como fui lá.

    com o tempo percebi q algumas de minhas idéias e visões q eu fazia dele eram tão ou mais erradas q as dele.

    hj tenho orgulho de trocar emails pessoais com ele, trocar informações técnicas, as vezes espirituais e as vezes nerdísticas com ele.

    Da mesma forma q mudei minha visão dele, sei q ele mudou a dele em relação a mim, e gostaria um dia de conhece-lo e apertar-lhe a mão e sorrir olhando nos olhos dele. Pois é isto q importa.

    Agora, obrigado por me lembrar q tb errei por lá, como sei q errei com o lúcio manfredi sendo ingrato com a ajuda q ele me deu quando mais precisei, e fui sim pedir perdão para ele, e ele como grande homem que sempre foi, e todos sabemos disso, me mandou carinho em retorno. Sem rancor.

    é essa mudança q temos de ser. Vencer o inimigo interno, perdoar quem nos ofendeu e não querer prende-los no passado q nossas mágoas cultivam como vivos dentro de nós.

    Se quiser continuar agredindo e sentindo-se a dona da verdade, continue, um dia vc cansa, e ou muda o jogo ou emburrece e repete seu passado novamente. Imagine isso como um jogo karmático.

    vá, continue a cuspir sua raiva. Talvez eu mereça tb, mas não espere despertar oq está morto em mim, pois o passado é algo morto, e alimentá-lo como vc e os “seus” alimentam é impedir novos ciclos, melhores, nascerem. E disso o mundo já tá cheio.

    não lhe mando abraço, nem carinho para q nÃo projete seu ódio e ache q estou “coreografando” com a Adi e a Sem. ;)

    ui pra vc tb. :D :D :D

  37. Fy said

    Fique a vontade, Guakito

    Mande o q vc quiser.

    Não importa o q eu ache.

    Assim, vc não cospe isto aí q vc tá falando… também.

    Legal : sempre gostei do Acid. Ele sabe disto tb.

    Do Lúcio: nem se fala.

    Aliás, pra q falar?

    Mas, quem são meus? – ou quem são seus?

    Ó nem precisa responder, sei q vc não está a fins.

    Mas… é estranho isto, nãoénão?

    Beijo

    Até qq hora, – qualquer mesmo –

    Fy

  38. timóteo pinto - o papa pateta said

    se é estranho, pq insiste em continuar?
    vá pra casa. respire fundo, e foque em quem ama e não em quem te machucou.
    é simples.

  39. Fy said

    Vc também, Guakito.

    Mas ….

    precisando tôaqui.

    sempre.

    Beijo

    Fy

  40. timóteo pinto - o papa pateta said

    oras, eu me sinto bem aqui. vc se sente bem aqui?

  41. Fy said

    ó…. esqueci:

    este papo de ódio, my friend, é meio q já era.

    e karma também.

    Não sei quem é q gosta de falar nisso.

    Mas esclarecer, não é odiar não. É evoluir também.

    Vc não está aí: esclarecendo seus pontos de vista, tanto qto eu?

    ou melhor: sempre esteve.

    Pois é: – o q vc não entendeu é q gosto de vc por isto. – Independente do que vc diz ou não.

    Mas, é impressionante , como aqui … o passado se repete ….

    Vc está fazendo a mesma coisa que a Sem e a Adi te fizeram…. naquela época …. – e o tempo passou!

    Bjos Guakito

    é melhor parar por aqui: ou voltar a fita.

    Fy

  42. Mob said

    Guaco,

    Essa história não tinha nada a ver contigo. Mas vc irresponsável e inconsequente como sempre resolveu se meter. Primeiro: vai falar desse jeito com a senhora felizarda da sua esposa, se é que vc tem. Segundo: vc não é iluminado, é antes um excêntrico inflado, e não está em papel de ensinar nada a ninguém. Terceiro: chama as suas protegidas pra te conhecer pessoalmente, sem esquecer é claro de levar sua FAC.Pra ser harmônico e honesto. Será que vão querer? Será que vão querer? De repente, quem sabe… vai fundo garotão. E vaza, some… vc não é mais bem-vindo.

  43. timóteo pinto - o papa pateta said

    Vc está fazendo a mesma coisa que a Sem e a Adi te fizeram…. naquela época …. – e o tempo passou!

    nao fy, vc acha q estou fazendo a mesma coisa q elas me fizeram pq vc nutre mágoa por elas, e quer q todos concordem com vc e os “seus”, e alimenta dentro de vc, e não perdoa, e então se contamina com oq nutre e espalha por ai. simples assim.

    eu estou querendo ver pessoas se aceitando, sem necessidade de continuarem a conviver, e se perdoando, não pessoas querendo se impor e se acharem as “justas” e as outras “erradas”, de modo grosseiro e unilateral.

    perdão é a grande arte, e mesmo depois do perdão não é necessário conviver com a pessoa perdoada, pois o maior perdão ocorre dentro da gente. E as vezes nÃo podemos conviver com a pessoa pois vivem em mundos muito opostos ao nosso, com rumos e estradas dissonantes às nossas, mas nem por isso precisa-se ir no tunel delas e querer destrui-las e/ou fixa-las no passado q lhe amargurou. Isso não é perdão, isso é justiça mundana pra mim. e nÃo se cria um mundo melhor pra ninguém com esses processos. releia tudo, mas respire 3x antes. :D

  44. timóteo pinto - o papa pateta said

    Guaco,

    Essa história não tinha nada a ver contigo. Mas vc irresponsável e inconsequente como sempre resolveu se meter. Primeiro: vai falar desse jeito com a senhora felizarda da sua esposa, se é que vc tem. Segundo: vc não é iluminado, é antes um excêntrico inflado, e não está em papel de ensinar nada a ninguém. Terceiro: chama as suas protegidas pra te conhecer pessoalmente, sem esquecer é claro de levar sua FAC.Pra ser harmônico e honesto. Será que vão querer? Será que vão querer? De repente, quem sabe… vai fundo garotão. E vaza, some… vc não é mais bem-vindo.

    ———

    entendido, rodrigo, to vazando. ultimo comentário, só para deixar claro q lhe entendi e lhe obedecerei.

  45. adi said

    Que está acontecendo pessoal??? calma Rodrigo, calma, calma.

    Rodrigo pra começar vc pediu pra sair faz tempo do Anoitan, num decide mais nada aqui. Segundo isso aqui é aberto pra todo mundo, todo mundo que quiser participar, então Guaco/Timóteo vc é sim muito bem vindo aqui, a casa é sua e sempre será, aliás é muito mais sua porque tá sempre participando aqui e trazendo muita coisa boa pra todos os leitores. Nem dê ouvido pro que o Rodrigo falou com toda a agressividade de uma pessoa que nem acredito se diz espiritualista.

    O guaco está de boa, como sempre esteve, sempre se manifestou assim com todo mundo; porque perder a estribeira Fy e Rodrigo, porque agora é com vcs?? quando era com outros vcs riam e aplaudiam, agora como ele está dizendo as verdades pra vcs, se tornam extremamente agressivos. Parem com isso, daqui a pouco vão apelar e começar a ameaçar falar da vida dele. É problema dele, ninguém tem nada com a vida pessoal de cada um , que coisa mais feia isso de ameaça…

    Olha vcs dois mostraram bem as sua verdades mesmo, a mascara caiu, fiquei muito triste em ver o que vcs tem por dentro. Muita raiva, ódio, desamor, separatividade, agressão, muito feio, muito feio…

    Fiquem com isso pra vcs dois Fy e Rodrigo, num vem descarregar o caminhão de m#@//&a aqui no Anoitan não.

    Porque afinal de constas tudo isso? Aqui é um lugar pra gente tentar se fazer melhor e crescer espitualmente trocando nossas próprias experiências.

    Só peço por calma, reflexão antes de colocarem toda raiva pra fora…

    Nem to acreditando nisso que aconteceu aqui, justo num post sobre ser a mudança…

    Olha é por isso que só vemos guerra no mundo, porque só tem ódio dentro do coração de muita gente
    que se diz da paz…

  46. Elielson said

    Oi.

    Bem, não tenho o que falar nem pq falar, mas enquanto vou falando vou pensando no que vou falar, isso pq eu considero a realidade de cada um de vcs assim como eu considero a minha, e pra ter um pouco mais de mim é preciso que seja dado, e acreditem, cada um de vcs sempre deram-me a mim, assim como quem não me deu a mim por falta de manifestação também me tornou o que sou pois não tocou no que outros me deram.
    Vejamos que há uma necessidade forjada no tédio, tédio que é gerado pela inação do novo, contudo se o que há em nossas considerações contém resquicios dos posicionamentos que defendem sistemas como verdades, a disfunção dessa verdade parte de uma prisão perceptiva que em algum momento tenha nos dado uma boa ou má impressão que causou uma permanência do nosso estado.
    O sistema em si, não se defende, mesmo as leis rigidas da natureza existem em um campo limitrofe de consciência, sendo assim, a ação e reação como conhecemos, começa e termina nesse campo, o problema é… estamos plenos sobre a verdade de cada corpo central imersos nessa realidade conjunta?
    Eu não :)
    Mas, sei que a defesa de qualquer sistema que não se defende por si, mas sim por integrantes desse circulo sem centro, é muito similar a idolatria ao que é morto, eis a escolha quando foi dito: escolhesses a morte.
    Eis a problemática da tradição, do impulso e da reponsabilidade.

    Espero em vcs como espero em mim.
    E olha… um dia eu viro gente.

  47. Mob said

    Eu não faço mais parte do Anoitan tem tempo. Obrigado pela lembrança. Só para esclarecer que o Guaco era um conhecido, camarada até, por um tempo. Some e vaza não é daqui do Anoitan, vc entendeu errado. É da minha caixa de email e proximidades. Vcs façam o que quiser com o blog de vcs. E em respeito a sua civilidade de ter atendido ao meu pedido, que por sinal não foi ofensivo; foi claro e direto, e nem deveria gerar tanto melindre gratuito, eu vou parar de vir comentar aqui. E ninguém veio descarregar nenhum montão de @#$%^# não. Engano seu. Não é de nosso feitio, nem há possibilidade disso. Mas é de bom tom que haja sempre a possibilidade do chamado “direito de resposta”. Foi o que exerci nos meus 2 comentários. Agora no terceiro.

    E presta atenção quando vc fala de ameaça. Ameaça é crime e ninguém fez nada parecido com isso.

    Então a gente pode parar por aqui e fim de papo.

  48. Fy said

    E ninguém veio descarregar nenhum montão de @#$%^# não. Engano seu. Não é de nosso feitio, nem há possibilidade disso. Mas é de bom tom que haja sempre a possibilidade do chamado “direito de resposta”.

    Foi só o q foi feito aqui.

    Em relação a “ameaças” : ameaça é crime > ou qq outro assunto sério assim: – meu conselho é diferente: não se fala e nem se elabora opiniões quando não se conhece a situação sobre a qual se opina. Quando não se tem conhecimento, não é conveniente se intrometer.

    Então a gente pode parar por aqui e fim de papo.

    è sim. melhor sim.

    Fy

  49. What? said

    Laundry is here?

    Sejamos a mudança que queremos ver no mundo.

  50. adi said

    Rodrigo e Fy,

    “E ninguém veio descarregar nenhum montão de @#$%^# não. Engano seu. Não é de nosso feitio, nem há possibilidade disso. Mas é de bom tom que haja sempre a possibilidade do chamado “direito de resposta”.”

    Então porque não exerceu seu direito de resposta por e-mail diretamente pro Guaco??

    “Quando não se tem conhecimento, não é conveniente se intrometer.”

    Vocês dois, porque não escreveram tudo isso que deixaram no Anoitan por e-mail diretamente pro Guaco, era muito simples, só clicar no “responder” na caixa de e-mail de vcs…

    “Então a gente pode parar por aqui e fim de papo.”

    Muito bom, ótimo então!!

    bjs
    adi

  51. adi said

    “Laundry is here?”

    É Lex, e a turma aproveita trazer roupa suja até de vida passada… :D

    Fazer o quê né!!

  52. Neal said

    À comentarista Adi, uma ressalva importantíssima : Espiritualidade é uma idéia abraangente, senhora, e inclue em seu significado: Respeito, Honestidade, Integridade, Responsabilidade e Transparência. Uma consciência mais ampla da própria Responsabilidade Espiritual, independe não só de religiões como de conceitos subjetivos formulados aqui ou alí como este, sim, pseudo-discurso isento de educação ou nível feito pela senhora, aderindo e apoiando atitudes de baixíssimo e ofensivo nível (espiritual) como este pornográfico vídeo exibido como exemplo, ou melhor chacota de uma filosofia séria, além do desrespeito escancarado e debochado à nível pessoal . Resumindo: Um leitor menos superficial encontrará aqui opiniões demais e percepção, de menos.

    Meus cumprimentos ao comentarista KingMob pela retidão, clareza textual e caráter demonstrado.
    Meu email consta nos comentários e estou colocando-o à disposição caso se façam necessários quaisquer ou maiores esclarecimentos .

    – em respeito às propostas formuladas na criação deste blog, momentaneamente encerro por aqui,
    sem mais,
    Richard Neal
    Um dos realmente Fiéis Leitores de Lúcio Manfredi. O Franco Atirador.

  53. guto novo said

    Richard Neal
    —–
    tem o mesmo sobrenome, deve ser parente! :D :D :D

    criança mimada é assim, quer sempre destruir o brinquedo dos outros no escuro e ainda ter a ilusão de estar certa pois tem a ultima palavra.

    e, como lucio é um grande homem, q tal o RESPEITAREM REALMENTE e pararem de usar o nome dele em vão, e se vcs são tão fieis ao lúcio, vamos pruma competição ai? :D :D quero ver se vcs leram TUDO dele, como eu li, por isso q me considero o leitor número ZERO dele! :D tudo dele, dos excelentes micro-contos em forum de sci-fi aos pdfs q lançou d gratis e sou agradecido pois na época nao tinha muita grana sobrando pra comprar livro em papel não. Só não leio o novo blog dele, pois ficção científica não me interessa tanto mais, mas oq realmente importa, a arte dele, quero ver se leram e lembram dos personagens, cenas, cadencias q ele criou.

    na boa, PIVETAIADA! quem usa o nome do grande homem em vão vai ter diarréia a noite! :D :D

    eu me divirto!
    ui!

    e não é lindo adi? foram dois bárbaros invadindo a civilização aqui e tentando incitar violencia verbal e intolerancia nos participantes e sairam com cara de tachina! :D e os quatro q comentaram com afinco não entraram no jogo. foi 4×2! :P não q eu estivesse contando ! :D :D :D :D e eis q alguns já são a mudança q querem no mundo! Parabéns aos membros do anoitan, pois errar é normal, e aceitar o erro e se corrigir é oq nos torna realmente humanos. :)

    aleluia! :D

    no mais, o barato é deixa-los falando ao vento! :D

    e se o tal sujeito q dizem ser reto e honesto o fosse, ele cumpriria com sua palavra por ai! :D :D pq o tal sujeito não cumpre a ameaça q deixou há anos em meu email, quando disse q ia me espancar com o jiujitsu dele, eu com humor até comentei no F-Alecido sobre a luta, da qual ele fugiu! :D :D quando o convidei pra luta entre amigos usando meu eris-metis funny dance, mas ele tinha de levar pra violencia e competição! :D no verbo é macho, mas no mundo real fugiu da raia duas vezes. coisa de playba filhinho de PAPAI! mas acho q não é o mesmo individo q comentou aqui, logo, estou me confundindo com os nomes, desculpem! ;) :D :D

  54. guto novo said

    e mais, agora falando do tal jovem q comentou neste blog, vejamos, a adi é uma mulher casada, com familia, e a sem idem, é uma pensa associarem o garotão timóteo a elas como este o fez, é anti-ético e desrespeitoso as familias em questão, afinal, é um desrespeito a honra seja da mulher do tal guaco como à honra das duas mulheres citadas. Talvez o melhor seria ir lavar roupa suja via email particular e não sair pegando conteúdo de email particular, q por ser particular, legalmente não pode ser divulgado publicamente sem autorização, e vir a publico utilizar como arma para provar-se o “justo” e o “honesto”.

    para quem tem olhos, a tentativa, perdida, de estrago, ficou claro.

    feio. feio como devotos de são Wilber colocam seus desejos e egos acima da boa convivência e mesmo quando a paz é pedida, retornam para jogo “camuflado”.

    quem é honesto não faz oq foi feito neste espaço.

    mas continuem, a corda e a forca e a auto-imagem é d vcs e dos “seus”.

    tsc. :D :D

  55. Mob said

    Foi pensar, refletir, digerir a raiva (mal digerida) e dois dias depois voltou pra responder.

    >Talvez o melhor seria ir lavar roupa suja via email particular e não sair pegando conteúdo de email particular, q por ser particular, legalmente não pode ser divulgado publicamente sem autorização, e vir a publico utilizar como arma para provar-se o “justo” e o “honesto”.

    Você não tem credibilidade para aferir honestidade de ninguém, rapaz. Vc desde sempre anda atrapalhado com a sua. Tenta primeiro concatenar as ideias direitinho antes de proferir juízos sobre o que vc não conhece, nem nunca conheceu. Assim. Um assunto de cada vez. Por partes. Sem confundir alhos com bugalhos.

    É lamentável que vc não consiga separar assunto sério de brincadeira. Como se depreende dos seus nervosos risinhos debochados. Nenhum conteúdo de e-mail particular foi divulgado publicamente como claramente os comentários acima demonstram, mas eu não entendo por que o seu temor tão grande com relação a isso. Você andou dizendo coisa que não devia por e-mail, foi?? Desde quando ????

    Além disso se vc está admitindo algo que ninguém sabia com certeza isto é problema seu…

    >coisa de playba filhinho de PAPAI

    Cara, como isto te incomoda não?

    Relaxa. Aceita. Respira fundo. Não é o fim do mundo. Vc vai conseguir. Vencer na vida e ser um ótimo pai pros seus filhos.

    Guaco. Esse jogo não é teu, vc não sabe, não adianta. Tudo que vc vai e pode fazer é jogar lixo no ventilador. Como sempre.

    E olha… fica feio pro blog, discutir assim, não?? Aliás a Fy faz parte do blog tanto quanto a Adi, quem está tentando invadir o espaço de alguém aqui é vc.

    > no verbo é macho, mas no mundo real fugiu da raia duas vezes.

    A brincadeira acabou, Guaquito. Vc entende, não?

    —-

    Richã, muito legal a sua atenção. Obrigado, amigo.

    Rodrigo.

  56. don guakyto -dead and rotten said

    rodrigo lopes:
    Nenhum conteúdo de e-mail particular foi divulgado publicamente como claramente os comentários acima demonstram, mas eu não entendo por que o seu temor tão grande com relação a isso. Você andou dizendo coisa que não devia por e-mail, foi?? Desde quando ????

    guto novo:
    rodrigo, só uma coisa e depois o espaço é só seu para usar como quiser com a tática e objetivo que quiser. Eu não sou ninguém e não quero ser alguém, não se preocupe com isso. Sério. Mais q nunca vc ensinou qual o meu lugar nessa história.

    Vou começar com um dos meus erros:
    É q num dos comentários acima a fy citou conteudo de email particular meu e seu sugerindo q eu iria entrar no blog dela com ip falso. Assumi q passou o email nosso para ela. Talvez tenha sido apenas coincidência. OK. desculpe ter interpretado errado.

    Concaternei meio errado as idéias, pois eu escrevi no email pra vc q se eu quisesse faria isso mas não iria fazer, por motivos q são particulares, e veja bem, foram anos torrando o saco do acid zero com nicks diferentes, mas sempre deixava lá o mesmo ip e email, saca? gosto mesmo q o dono do site saiba quem é o debochado q peida deboche nos comentários, minha ultima invensão por lá foi a katita, moça recém-casada! :D, e usei meu ip e email de sempre, para o dono do site saber q era eu ali…

    mas mesmo assim acho que conteúdo privado nÃo deve ser trazido a espaço publico, assunto meu e seu, deveria ficar particular, ao meu entender, mas acabou aparecendo no comentário da fy, além de até a terminologia usada no email, incluindo o “dois palitos”.

    direito seu de compartilhar meu email privado a vc com a fy, mas começa-se a perder o senso quando o mesmo, mensagem particular entre eu e vc, se torna publico, via terceiros, sem meu consentimento, e ainda fora do contexto. Creio q oque é privado entre duas pessoas deva seguir assim. E espero q respeite isso ao menos, e por isso mesmo peço perdão por te-lo desrespeitado em seu comentário à Adi.

    Ok q a fy está do seu lado, e vcs acham q estou do lado da adi. Não é bem assim, meu erro foi de pedir por paz no espaço, o qual gosto de participar e sim, meu erro foi ser o debochado de sempre, pois só sei ser assim mesmo, nasci, tomei tapinha na bunda e já peidei no médico. :D :D :D

    Como não vou mudar meu jeito, eu aproveito a lição q recebi de vc e vou sim, sumir desse mundo de blogs, para não incomodar mais pessoas sérias, q podem confundir as coisas. As pessoas funcionam de forma mais séria quando mediadas por máquinas do q em mesas de restaurantes e bares, é oq percebo mais e mais na internet, uma unilateralidade ideológica e moral. E não estou afirmando ser seu caso, rodrigo.

    Mas realmente é algo q me incomoda sim um conteúdo privado ser trazido a espaço público dessa forma. Lavemos nossas roupas sujas em nossos emails privados, eu prefiro.

    Sei q vc se considera o certo e correto em toda esta história. E devido a intensidade com que tem se apresentado, começo a concordar com vc q o errado nisso tudo fui eu sim, até minhas duvidas estÃo dando lugar a sua certeza.

    Então, com o coração lhe peço não q me perdoe, nÃo quero lhe ofender mais do que lhe ofendi em meu primeiro comentário, intrusivo, neste post, mas peço q me releve, sou um bosta do interior, saca?

    olha, estou voltando pro meu mato, entendi seu recado, sim.

    E sem cinismo, e sim com medo de sua ira, afinal, vc é advogado, é rico e de cidade grande, eu nem nível universitário consegui completar, sou pobre e do interior. Sei meu lugar nesse jogo todo.

    Beleza, então façamos assim, em respeito a sua autoridade e direitos, como o seu direito de resposta, estou apagando minha conta no facebook, no flicker, meu blog tb, q nunca divulguei aqui e nunca usei para falar de vc, a fy e os seus, sério. Sá falava de minha doença, c:g::g:c.

    E faço tudo isso para não correr o risco de lhe incomodar futuramente. Sério. Não quero topar com vc e lhe irritar novamente. Vc me assusta, e sim não sou páreo para vc na sociedade, e pode bem ser q esteja correto nisso, sim. Tenho dificuldades em discernir essas coisas. Pra mim tudo é motivo de riso, piada e zoeira.

    De qualquer modo, faça assim, tem meu email ainda, certo? qualquer coisa q precise dizer sobre mim, manda para ele, e deixemos o anoitan para a adi e para a sem, para o elielson e para a fy e os outros autores q vez ou outra postam no espaço.

    não quero alimentar mais sensações negativas em vc, mais do q alimentei com meu jeito incapaz de separar o “sério” do “engraçado”, pois é minha doença sim rodrigo, eu acho q nada é sério e tudo é engraçado.

    faz assim, entra no meu email e destile o que tiver de destilar comigo por lá.

    esta é a ultima mensagem aqui.

    e relendo o primeiro comentário meu, tirando a brincadeira com sua sociedade secreta “dos seus”, e meu modo debochado de ser, eu mesmo só pedi para vc tentar perdoar quem lhe magoou. Afinal, mesmo zarpando, eu gosto deste espaço e me senti em momento empático com os q aqui publicam. Veja só, parando pra ver, outro erro meu. De certo modo vc está correto, pq eu fui me meter nisso? Cada um no seu mundo mesmo.

    se para vc meu pedido foi intromissÃo em assunto “particular”, q por ser em espaço publico eu, estupidamente, confundi, então eu q lhe peço desculpas, por ter ido além da conta com seus direitos sobre o espaço e a situação e seja lá qual for seu problema, se é q tem algum, com os do anoitan.

    definitivamente, to fora, vc, com as forças em suas palavras, me deu medo agora. Não quero alimentar sua ira, cara. Sabe q não sou ninguém perto de vc. Ponto para vc.

    e Adi, peço desculpa pela participaçÃo equivocada neste espaço, ao menos neste artigo seu, espero q possa perdoar minha estupidez e minha doença que é esta falta de seriedade com as coisas e a vida.

    E Fy, bom, oq mandei por vc via email é tudo q eu tinha para lhe dizer, e de coração, se puder me desculpar tb, ok, se não blz, entendo. A gente recebe o que merece. E oq recebi foi oq mereci.

    Elielson, bom, vc tá fudido, pois num vou deixar de zoar sua caixa de emails. :D :D :P

    Ao lúcio agradeço por tudo e peço desculpas mais uma vez pelo cover dissonante do grande Dali q, a principio, inconscientemente, andei sendo, mas versÃo made in paraguay.

    E mais uma vez Rodrigo, perdão por desrespeitar seus sentimentos, sua honra e achar q podia pedir q perdoa-se quem lhe magoou e depois seguir com brincadeiras e erisianismo paraguaio. Realmente, não sou ninguém para lhe pedir isto. Nisso vc tá certo.

    Fui-me-nos. Eternamente fora daqui, pois essa situação está fora do controle, e talvez a culpa seja minha mesmo com meu primeiro comentário infeliz e debochado.

    E mais uma vez rodrigo, se quiser resolver nossos problemas pessoais, meu email é o mesmo de sempre. Se não quiser todo tudo isso como resolvido e entendo, agora q parei pra pensar, q quem motivou toda essa desarmonia fui eu mesmo em minha intromissão.

    Q minha estupidez e erro fique registrada e sirva de exemplo para q outros nÃo cometam o mesmo erro q cometi. É como o rodrigo lopes demonstra, cada macaco em seu galho e o mais fraco não apanha.

    agradeço pela compreenção, agora vou-me q tenho q chikungá e depois trabalhá.

    Adeus. E se não puder me perdoar, ao menos peço q me ignora, pois sou sim um disfuncional q não sabe discernir entre algo sério e algo engraçado.

    .g (q g. é o gurdjieff)

  57. Elielson said

    Elielson, bom, vc tá fudido, pois num vou deixar de zoar sua caixa de emails.

    Demorou, vamos tramar contra as estagnações.
    Guakyto ressurrecto… Tú és Forte, voltou até da morte :D
    Continue nadando :D

  58. Sem said

    Bom, vou me posicionar, sem cortes, o que significa que posso cortar alguém, mas não sem antes me cortar primeiro. Sinto que devo isso, pq, se eu não me posicionar agora, vou estar de alguma forma sendo conivente com coisas que considero erradas e que estão acontecendo e ferindo amigos, considero que não deveria ser o caso.

    Não vou ser cirúrgica, bem que eu gostaria de ser, mas não consigo, vou então circumambulando e, como o Elielson, enquanto escrevo vou pensando.

    Não entendam nada do que vou dizer como agressão pessoal a ninguém, é apenas a maneira como eu penso, assim como eu sinto, como eu existo e não vai nesse meu ”respirar” nenhuma crítica a ninguém. Essa consideração é dirigida a Fy principalmente, que já tomou e, ao que me consta, tende a tomar como agressão pessoal os meus posicionamentos nas questões mais genéricas que tenho aqui no blog.

    Fy – só pra vc aqui -, vc nunca chegou a ter importância pra mim ao ponto de ser uma referência na minha vida, de eu me basear na sua pessoa para chegar a alguma conclusão, pq, pra falar a verdade, mal te conheço, não sei da sua vida – e me desculpe, mas qt mais vc se mostra, menos vontade tenho de conhecer… Vai ver, Fy, somos antíteses mesmo, dois mundos e estilos de vida que não se coadunam. Nesse caso, vc foi mais esperta do que eu, captou mais cedo a essência das nossas almas divergentes, pq eu custei a concluir, igual a vc, dessa forma. Saiba que hoje refiz a minha posição, não conto mais com a sua amizade, pode então rasgar o seu verbo como quiser, não vai mais me afetar mal como antes. Isso de vc me atingir, só conseguiu daquela vez, qd eu contava com amizade e recebi inimizade. A questão colocada em palavras limpas é isso… Mas entenda que com minha posição atualizada, não será diferente do foi antes, pouco se me dá a sua pessoa nos meus pareceres hoje igualmente, continuo mal te conhecendo. Ou seja, sintetizando, os meus pareceres não tem a ver com a sua pessoa, nunca tiveram em nenhum tempo… Eu vivo em outro mundo mesmo, de diversidades, e não me agrada esse mundinho sufocante e igual, tudo girando em torno de um único centro, que é a visão que eu tenho do “seu” mundo, além do mais, os seus argumentos me parecem cada vez mais desconexos para que eu os possa considerar. Até parei de te ler como lia antes, hoje só por alto e olhe lá, nem conheço o seu blog e faço questão de não conhecer, pelo menos por enquanto, pois percebi que vc nada tem que possa me acrescentar de bacana. Desculpe, sei que são palavras pesadas, mas pra vc ter a clara noção do que acontece comigo e não fantasiar mais a respeito. Quero deixar claro a quem aqui me ler dessa minha posição inequívoca em relação a sua pessoa. Não era pra ser assim, mas foi aonde cheguei, estou te julgando pelos julgamentos que vc fez de mim… Não te desejo mal hein, não cultivo inimizade nenhuma, mas esse teu jogo de reme-reme, bem, essa sina é sua, não minha. Só isso. O que está feito, está feito, reconheço que houve essa quebra sem retorno conosco, mas é com alegria e alívio que pressinto que o seu caminho é bem distante do meu. A sua sombra é a sua sombra, Fy, não sou eu. Digo numa boa, o que vc faz com a sua sombra é o que vc faz com a sua sombra, não é comigo. Embora vc tenha me usado como depósito de coisas não assumidas algumas vezes, e sinto que ainda continua nisso, faça o que for necessário a vc, mas é o seu “necessário”, não o meu. Estou enfim dizendo com todas as letras o que eu penso e sinto, e o que penso e sinto, é só o que eu penso e sinto, nada mais, use dessas informações que dou como bem entender, mas o que vc faz com ela (a informação), mais uma vez, é apenas o que vc faz com ela e não o que vc faz comigo, muito menos a definição de quem sou. Percebe? é sutil, percebe a sutil diferença? não é complicado, é só sensibilidade pra se dar conta das duas posturas e que um ângulo de interpretação faz diferença nesse caso, nos conduz a caminhos completamente distintos. É só o que tenho pra te dizer, direta e pessoalmente a sua pessoa, Fy, use os informes com moderação e se beber não dirija.

    Falando com todos, no aspecto pessoal, os afetos tem perturbado a lógica por aqui. Mas deixemos a lógica de lado que eu não acredito nisso de se chegar a uma verdade objetiva, “científica”, dos fatos. O que existe mais comumente é manipulação dos fatos como em todo relacionamento político acontece, quanto mais existam interesses diversos num grupo.

    Ninguém aqui deve dar lição moral em ninguém, ninguém é “moralmente” mais certo pra se pretender melhor, que infantilidade isso. Deixem que as consequências são de cada um mesmo, ninguém aqui precisa ficar apontando pro outro ou dizer o que ele precisa fazer para ser mais feliz na sua vida. Deixa que cada um será infeliz a seu modo mesmo, e qd o outro cair num buraco, não vale rir e dizer, “não disse”? isso não é papel de amigo, amigo é aquele que ajuda a levantar, e não o que fica cavando buracos e pondo armadilhas no caminho do outro para ele ter no que tropeçar. Deixem que os buracos existem por si, e têm pra todo mundo, são democráticos, não escolhem cor, credo, posição social. Não vamos aumentar o sofrimento do mundo que sem a nossa ajuda ele já é bem grandinho.

    Dizem que é na adversidade que se conhece as pessoas, que é nas horas de “vacas magras” que elas se revelam, depois, como elas tratam os seus supostos “inferiores”… pois qd está tudo bem, todos são bons com todos; e com os superiores, é aquele puxa-saquismo costumeiro, claro que costuma-se tratar bem daquele que se espera receber alguma vantagem; já daquele que considera não ter o que tirar, mostram o seu íntimo mais verdadeiro. Pensem sobre isso.

    Depois, isso aqui não é um templo batista, pentecostal, nem budista, ou seita secreta, o que for, é pra ser uma comunidade virtual simplesmente, com fitos espiritualistas e de trocar informações e bons afetos – era pra ser; politicamente gosto da motivação anarquista do blog e creio que esse é o espírito, vindo do F-A, que deve ser zelado e mantido.

    Patrulhamento ideológico, nisso não cola, né?, só se… alguma coisa de muito podre acontece no reino da Dinamarca.

    Esse negócio do Lúcio, de enaltecerem o nome dele até vomitar, como um deus que não erra, e ficarem citando nas horas mais absurdas, que coisa mais irreal isso. É desumanizar a pessoa – não me entendam mal, eu entendo a grandeza dos escritos do Lúcio e se não foi justamente essa grandeza que me trouxe até aqui, mas antes de qq coisa, ele é uma pessoa, quem puxa o saco do Lúcio deve pensar que está usando de um nome e coisificando uma pessoa, para fins que muitas vezes vão de encontro a ideias que são exatamente contrárias aos seus escritos. Não conheço o Lúcio e sou daqui a que menos trocou palavras com ele, pois coincidiu de que qd comecei a frequentar o Anoitan, ele ter embarcado em outros projetos, mas sei que ele não é um fantasma, nem mito, como as vezes vcs dão a impressão, de uma figura congelada no tempo e sem chances de errar – no bom sentido de errar, como todo mundo, mundo afora. Acho que se ele não lê mais o Anoitan ou não vem mais aqui, fora o que anda fazendo de diferente na vida, compreendo por essa vertente, eu no seu lugar me sentiria mal tb, em ser tratado como um fantasma em vida.

    O problema de convocar forças arquetípicas é muito esse, qd a magia fica maior que o feiticeiro, vai lá o sujeito pensando que tem o controle perfeito, que sabe o que quer, e, de repente, sem menos perceber, se vê envolvido num turbilhão de forças irresistíveis além do seu controle, e se pegando “sentindo” coisas que não queria. Parece que aconteceu algo parecido aqui, ou está acontecendo. Pelo lado bom, arquetipicamente, penso que deva ter algum anjo bom por perto, pois sempre tem anjo bom qd um mau aparece… e vice-versa. Os extremos se tocam, se procuram, por bem ou por mal.

    Pessoalmente ninguém é melhor por ser, ter, achar, cheirar, pensar, sentir, distorcer, todo mundo é livre para fazer as besteiras que bem lhe aprover nessa vida, meu único porém é que faça apenas em SEU nome: seja adulto, livre, corajoso e… gente , ou pelo menos o suficiente pra não ficar usando do “outro” como escudo ou desculpa para o seu agir. A vida não tem manual de instrução, mas requer ética para ser digna. Nesse caso se faz necessário que cada um se responsabilize por sua vida, isso de ficar usando do outro para se justificar, não é ser responsável, é ser re-agente, não agente da vida.

    Tenho reparado de longa data, como boa observadora que sou dessas coisas, que irresponsabilidade e servidão andam juntas, invariavelmente, já que em tudo uma e outra dependem de se construir nesse “outro” antagonista… estou falando aqui de uma alteridade negativa: servil, dependente… somos almas servis? não esperava encontrar desse tipo de tristeza por aqui…

    O caminho é o de cada um, sempre, solitário – na “dor e na delícia de ser quem se é”. Cada um sabe ou vai descobrir o preço que se paga por ser quem se é, simplesmente ser. Isso se tiver sorte, de ter uma vida e não apenas o reflexo de uma… o perigo é esse… refletir o tempo todo, não se permitir o Ser…

    A vida sem amigos seria insuportável. Agora, não é porque é com o “meu” amigo ou com os “meus” amigos, que tornam todos os outros os meus inimigos. Pensamento simplista, ou melhor, simplório, e maniqueísta, autocentrado, equivalente a dizer “sou eu o umbigo do mundo”. No âmbito político, isso é a base de um sistema facista, que traz em seu bojo a separação entre os “meus” e os “teus”, o certo e o errado, o bom e o mau, personificados em “nós” aqui e “eles” lá. Bush e Bin Laden dizem algo a vcs? Uma ideia facista precisa mesmo ter contra o que lutar para existir; mas tire o inimigo do facista e não terá mais o facista.

    Depois, não se iludam, cada um mostra exatamente a que veio e quem é no discurso que faz. O rei está nu, só não vê quem não quer, ou quem se deixou cegar por pré-conceitos, ou talvez complexos mal trabalhados, sístases com certeza… Não tem aquela frase do Lincoln, atribuída a ele: pode-se enganar uma pessoa durante algum tempo, pode-se enganar várias pessoas durante bastante tempo, mas não se pode enganar todos o tempo todo – não sei se a frase é exatamente assim, mas ruim, ruim mesmo, não é enganar os outros – que de uma hora pra outra o outro não se deixa mais enganar -, o problema é o auto-engano que vem no rebordo. Desonestidade gera desonestidade, é simples assim, como gentileza gera gentileza.

    E podem ter certeza de uma coisa, não tem aquele que não se engana de vez em quando, é da natureza humana enganar a si mesmo e inventar uma historinha de modo a aparecer mais bonito na fita. Quem aguenta olhar diretamente nos olhos da Medusa? se diz que aguenta e tá aqui na terra, tá mentindo. Pura representação do nosso lado mais canalha, cada um tem o seu disfarce e só o mais canalha entre nós é que não admite o fato. Fernando Pessoa desnudou perfeitamente a canalhice dos “príncipes” ao fazer o Poema em Linha Reta, do seu heterônimo Álvaro de Campos: “nunca conheci quem tivesse levado porrada, todos os meus conhecidos tem sido campeões em tudo… então sou só eu que é vil e errôneo nessa terra? Arre, estou farto de semideus! Onde é que há gente no mundo?”

    A nossa sombra – isto é, tudo aquilo que Jung falou da sombra – primeiro vem através dos outros, é fato, de outro modo seria insuportável nos “ver” sem um espelho protetor (a lenda Medusa), para alguns seria até enlouquecedor se ver sem disfarces, por isso tantas projeções grosseiras – nesses casos podemos até dizer que as projeções são terapêuticas, um escudo contra a desestruturação do “eu”… só que isso em excesso afasta, qd se abusa das projeções negativas e se relaciona como outro somente nesse nível, vive-se isolado e em sofrimento (espiritual, psíquico?) profundo. Eu gostaria de aqui no Anoitan mentir menos, se possível, por isso estou aqui falando tudo isso, de ajudar e ser ajudada a mentir menos, a nos gostar mais com os limites e os defeitos próprios de cada um, só que isso é construção que o grupo faz, não cai do céu já feito, é a gente que inventa o espírito do lugar que vive. E fico pasma qd as armações aqui nos impedem de “ser” menos e nos obrigam – querem nos obrigar – a “representar” mais o ser… pois pra mim só com tolerância mútua que é possível construir um lugar bom de se viver, de outra forma não dá… um mínimo de honestidade se faz então necessário… honestidade recíproca, comum, comigo, com o outro, de outra forma não se faz esse círculo do bem (ugh) do bom do Ser… Isso vale para o grupinho de cada um, que cada um tenha o seu cada um, pois nada mais natural que as afinidades definam as aproximações, mas deixar se absorver só pelo seu pequeno e seleto gueto, isso pra mim já é a essência do facismo… Se o Anoitan se transformar nesse ambiente de segregação, eu não tenho mais interesse aqui…

    Estou falando coisas graves, mas assumo tudo o que estou dizendo – sem pretender ser a voz da verdade, estou com todas as letras falando das minhas verdades essenciais, sem as quais não consigo me mover… com isso estou declarando a minha humanidade condicional, ela é falha, gostaria de ter chegado no ponto de me desprender, mas ainda não cheguei ao ponto da sabedoria de relativizar o viver bem em qualquer ambiente e com qualquer pessoa, estou admitindo os meus limites e que ainda sou reagente do ambiente em que vivo, que preciso enfim construir um ambiente “bom” pra me ver sendo “boa “dentro dele. É isso, tenho verdadeira necessidade de estar num ambiente em que as pessoas se tratem com civilidade, isso é o mínimo, mas se houver liberdade, e tolerância, equanimidade e humor, então, é o que eu poderia experimentar do paraíso na terra. Botou hierarquia? tô fora, já chega as hierarquias que temos de aguentar no trabalho, na vida social… se for para representar, ser bonzinho ou ser mauzinho, cada um só no seu papelzinho, não me interessa.

    Só um desavisado ingênuo acredita em discursos, em argumentos lógicos, ou palavras bonitas, é preciso ver na ação quem é a pessoa, filtrar os 1 milhão de palavras bem ditas, a ação por trás do discurso. E como disse o Jung, o que João fala de Pedro diz mais a respeito de João do que de Pedro. Somos enfim todos adultos e livres para plantar, na hora da colheita é o que cada um plantou que vai colher mesmo, como diz a minha amiga seicho-no-ie. Não se pode plantar cardos e depois achar que se vai colher rosas, haja auto-engano hein!

    Vamos ser mais solidários, na cota de cada um, sem lições de moral e dedos em riste. Quem quer aqui voltar pro Jardim de Infância? Não dá pra tolerar isso, somos bons do nosso íntimo, por decisão pessoal e livre-arbítrio, de outra forma é coação moral e, no meu modo anárquico de entender ética, não tem valor. Sem liberdade não há ética, aliás, só moralidade impingida de fora. A vontade de aprender primeiro é sempre a nossa, se o outro não tá a fim, deixa, não seja por isso que vamos obrigar o outro a engolir nossas lições, como se fossem verdades absolutas, pode ser que ele não queira, que aquilo não sirva pra ele – cada um sabe de si, repito. Existem regras afinal, ninguém descumprindo com as convenções que violem a liberdade ou integridade psicológica e física do outro, deveria, aqui no Anoitan, mais do que em qq outro lugar, se poder tudo. Só eu sei o que sofri para chegar até aqui, mas elas são minha história de vida, de ninguém mais. O fato de eu ser assim e partilhar o que eu penso é agressivo para com alguém aqui, por quê????

    Como eu disse, os afetos têm bagunçado a lógica por aqui. O problema é que algumas pessoas florescem na confusão. É dos meus limites que digo, por ter conhecimento de alguns deles e para que fique claro, já que esse é o meu depoimento sobre os infelizes acontecimentos, que desse tipo de pessoa que floresce na divergência, mantenho distância. Não me engrandeço nessas proximidades, ao contrário, fico melhor é na companhia de gente pacífica e bem humorada, principalmente se for daquele tipo de humor que sabe rir de si próprio. Eu até hoje pelo menos não conheci ninguém grande e que valha a pena estar perto que não saiba fazer uma piada de si mesmo.

    Então, só tenho uma última coisa a dizer, vamos parar de querer destruir o que já tá bem destruído. Não é bonito em nome da defesa de um, agredir o outro, ou do outro, agredir o um. Isso é jogar um contra o outro, só isso, querer ver o circo pegar fogo. Que nome tem isso? amizade é que não pode ser. Chutar o pau da barraca, como se diz por aí, só atrapalha e cria mais e mais confusão.

    Outra coisa, sou da teoria que em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher. Se essa intriga começou comigo e com a Fy. Ou melhor, que fique bem claro, da desavença da Fy para comigo, porque só ela é capaz de saber as razões e os motivos da armação, se está ou não sendo conveniente a ela.. se eu tiver que me acertar com a Fy, isso é problema meu, se eu quiser, o esforço fica por minha conta e risco. Mas como uma jóia depois de quebrada se refaz? Não acredito nisso.

    Mas eu não tenho lado aqui no Anoitan, faço questão de deixar isso claro, o que eu tenho é mais incomodo e difícil que ter um lado, dá mais trabalho, eu tenho é relações com pessoas, afetos dinâmicos que se afetam mutuamente… Eu não penso amizades em termos hierárquicos, eu penso em termos anárquicos e fraternais… (vê Adi a minha bronca da Grande Mãe? é toda essa e eu estou eu aqui outra vez colocando a culpa na pobre da Ceres/Deméter.)

    Por conta de se defender o que se supões ser uma cruzada moral entre bons e maus, pessoas que antes eram amigas estão virando agora inimigas. Eu não quero ter nada a ver com isso, e o que eu puder fazer para desconstruir essa armação, vou fazer. Pensamento meio à La Pascal, vai que numa dessas existe “Karma”, e daí que esse eu não quero pra mim… É por isso principalmente que estou falando tudo isso, a coisa toda está ficando intransponível daqui a pouco. Sinceramente, eu posso passar sem vcs, mas vcs que são amigos de longa data, podem abrir mão assim um do outro, e dessa história que deve ter tantas mais coisas positivas e bonitas do que negativas pra contar, vcs querem pagar esse preço? Pensem nisso antes de se agredirem. Já viram que a corda vai partir se continuar tensionada do jeito que está. Estou dizendo pra que atentem pra isso, que vai acontecer se ficarem se aferrando cada um pro seu lado, antes que alguém se machuque, mais do que já foi machucado, minha sugestão, é destensionar.

    É ou não que em parte está todo mundo certo e todo mundo errado? Por isso é que eu não sou uma boa jogadora de xadrez, pois no conflito o melhor jogador é aquele que tem sangue de barata e consegue sustentar a tensão, intensifica-a na verdade, ao ponto de só dar o golpe final quando ele for fatal ao adversário. É uma arte, sem dúvida, mas fica bonito só no papel e é lícito nas regras de um jogo, nas artes marciais e nas disciplinas espirituais. A função é matar/anular/vencer o outro, mas isso transposto para as relações humanas, é modo mais desastroso e, infelizmente, o mais comum de se relacionar….

    Bom, de boas intenções o inferno está cheio. Podem desconsiderar as minhas palavras, mas tenham consideração com a pessoa que teve boas intenções.

    Juízo pra todos nós.

    PS:
    Ex-Guaco, eu não sou dona aqui da casa pra dizer fique, mas fique, assim como vc eu me sinto só de passagem por aqui – pelo blog e pela vida. Eu sei lá até qt isso vai durar – o blog e a vida, quer dizer.

    Esse convite pra ficar, de mim que não sou dona de nada por aqui, vale para a Fy – bom ela eu tenho certeza que vai ficar e vai mais é me xingar por ousar tal convite, sendo ela “dona da casa”, e se responder vai ser para me desdizer em tudo que disse, exatamente o contrário de tudo o que eu disse e não importa o que eu disse, atente para esse detalhe. Embora com a Fy eu pretenda nunca mais trocar palavras.

    Mas é isso, o Anoitan ficaria melhor com todos vcs e com menos eu. Sei que o blog aqui é uma casa aberta e que fica melhor com o seu humor desastrado – como eu te chamo? – e seus nicks mutantes. Acho que vc tem coisas pra queimar pra caramba nessa vida – como eu te chamo?, então venha fazer suas fogueiras de vez em qd por aqui. Mas que vc não é nem um pouco perfeito, disso sabemos, mas eu tb não sou, e daí?, só acho que tenho menos coisas pra queimar nessa vida, porque, bem, tive mais anos pra aprender e sustento a ilusão de ter aprendido alguma coisa com eles, e, bem, temperamento mais calmo tb, isso é muito importante. Mas eu sinto assim como vc, que não sou dona de nada, e pela leveza que sinto em ser assim, compreendo a sua alegria em viver com menos peso disso tudo que disse…

    Essa poesia do Bandeira me diz muito nesse momento. Pra quem define poesia, ele é um modernista, mas se a gente ver o poeta além do seu tempo, o que ele disse, é poesia eterna – enquanto houver poesia:

    Ser como o rio que deflui
    Silencioso dentro da noite.
    Não temer as trevas da noite.
    Se há estrelas nos céus, refleti-las.
    E se os céus se pejam de nuvens,
    Como o rio as nuvens são água,
    Refleti-las também sem mágoa
    Nas profundidades tranqüilas.

  59. Fy said

    Oh Sem,

    Voce é uma mulher muito inteligente.

    Sempre achei e o blog está cheio destes meus elogios. Foram sinceros, vc sabe disto.

    Eu, nunca pensei em ter inimigos, mas … a vida é a vida … > e se voce o diz, que estes sejam assim: tão inteligentes quanto você.

    Isto me lisonjeia. Seria degradante ter imbecis como inimigos.

    Outra de suas frases inteligentes:

    Patrulhamento ideológico, nisso não cola, né?, só se… alguma coisa de muito podre acontece no reino da Dinamarca.

    E pessoas inteligentes sabem que a vida é cheia de “só se – s “.

    Leia, caso ache necessário.

    Nós já dissemos tudo o que deveríamos nos dizer : de frente. : sempre, espero.

    Mas, repito: é um honra.

    Fy Neal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 46 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: